Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Marco Ferreira depõe à CEI e entra em contradições em relação a Zeitune

Texto e foto: Paulo Manso    17/04/2018 16:21

 

Na qualidade de testemunha, Marco Antônio Ferreira - apontado como operador nos áudios que suscitaram a abertura de uma Comissão Especial de Inquérito para apurar denúncia contra o vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede) por suposta extorsão - foi ouvido na reunião desta terça-feira, 17/04, na Câmara Municipal. Acompanhado de seu advogado, Marcão – como é conhecido no meio político e empresarial de Guarulhos – optou por respostas curtas, demonstrando certo nervosismo.
 
Em diferentes oportunidades, Marco caiu em contradições em relação a declarações dadas anteriormente pelo vice-prefeito na própria CEI. Ele garantiu que nunca foi teve relações comerciais com Zeitune, de quem garante ser apenas amigo de longa data, realizando diversos negócios juntos e a quem recorre sempre que precisa de serviços de um advogado. Sobre o empresário Paulo Zhu, apontado pela dupla como sendo o interlocutor deles nos áudios que motivaram a abertura da investigação, ele afirmou que já atuou como diretor em uma empresa dele, mas que desde o ano passado não presta mais serviços como contratado.
 
Sobre as conversas apontadas no áudio, Marco afirmou que estava fazendo um favor ao empresário quando levantou preços para uma suposta campanha eleitoral de Zeitune e de Marina Silva e que nunca pediu dinheiro para ninguém. Garantiu também que não é e nunca foi arrecadador de campanha.
 
Marco garantiu que sua viagem a Miami, em companhia do vice-prefeito em dezembro passado, foi paga pelo empresário. Já Zeitune afirmou ter custeado todas as suas despesas com seu próprio dinheiro, usando apenas as milhas (valores de planos de fidelidade para passagens aéreas) emprestadas de Marco.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário