Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Manifestantes ocupam Praça Getúlio Vargas por regularização de área no Pimentas

Katia Russões / Fotos: Paulo Manso    19/04/2018 15:25

 

Pessoas ligadas à ocupação “Povo Sem Medo”, do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), ocupa as tribunas da Câmara Municipal e a praça Getúlio Vargas, no Centro. O grupo acompanhou a aprovação do projeto de lei do vereador Edmilson Souza (PT), que altera o zoneamento de área particular no Jardim Centenário, tornando-a de Interesse Social (ZEIS). O grupo foi formado em 2017, quando mais de 8 mil famílias se instalaram na área, localizada na região dos Pimentas, e também na área chamada “Hugo Chavez”.
 
O ato teve início na Praça IV Centenário por volta das 11h30 e seguiu até as proximidades da Câmara. No coreto da Getúlio Vargas, até uma cozinha foi montada, como apoio aos manifestantes. Uma comissão de líderes dos moradores acompanhou a sessão. O projeto nº 1441/2018, que altera a Lei nº 6.253 de 24 de maio de 2007, foi aprovado com 25 votos favoráveis (sete a mais do que era necessário).
 
“Estamos aqui depois de dois anos de ocupação. Não foi fácil, foi muita batalha, muita luta, muito sofrimento, mas com muita garra conseguimos discutir o projeto e, com ele, será possível fazer moradia para 2 mil unidades na cidade de Guarulhos”, comemorou Zelídio Barbosa, coordenador estadual do MTST.
 
“O movimento espera utilizar 120 mil metros quadrados de uma área de mais de 700 mil metros quadrados, que pertence à família Thomeu, para a construção das moradias”, afirmou a vereadora Janete Pietá (PT), após a aprovação.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 19/04/2018 15:34

    Dar o que dos outro é fácil

    Um bando de desordeiros que estão acampados há mais de um ano no local. No começo só tinha carro bom entre os "sem terra", só ficaram os mais caras de pau. Agora vem os vereadores do "Pode Tudo" dar apoio a esse bando, é fácil dar o que não é seu, pede pra esses vereadores te pagarem um sanduba .

Insira um comentário