Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Detento de Campinas segue foragido após ter alta no HGG, em Guarulhos

Katia Russões    23/04/2018 15:24

 

O detento Wesley de Souza Santos, do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Professor Ataliba Nogueira, de Campinas, está foragido desde que recebeu alta médica do Hospital Geral de Guarulhos, no Parque Cecap, em 1º de fevereiro. Wesley, de 21 anos, cumpria pena por roubo, em regime semiaberto, na cidade do interior. Em dezembro, durante liberação do indulto de Natal, sofreu acidente de moto e foi internado no HGG, onde permaneceu na UTI.
 
Reportagem publicada no portal de notícias Ponte.org, no último domingo, 22/4, dá conta de suposto desleixo do CPP com relação ao detento internado, o que teria sido a causa de sua fuga. Segundo servidores ouvidos pela reportagem da Ponte, o CPP não deu a importância devida ao caso e teria telefonado apenas duas vezes ao hospital para saber de Wesley. Na segunda, em 1º de março, o HGG teria informado que o detento havia recebido alta há um mês.
 
Ao GuarulhosWeb, a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) disse que o preso cometeu abandono de cumprimento de pena. Segundo a SAP, desde que a mãe de Wesley entrou em contato com o CPP informando o ocorrido, no fim do ano, “a diretora do Núcleo de Saúde da unidade efetuou contato constante com o hospital afim de saber do estado de saúde do sentenciado”.
 
A SAP ressaltou que, por entendimento judicial da região de Campinas, presos em regime semiaberto não necessitam permanecer sob vigilância e escolta quando internados em hospitais. “Além disso, a permanência do preso em regime semiaberto se caracteriza muito mais pelo senso de autodisciplina e autorresponsabilidade, do que propriamente por mecanismos de contenção contra evasões ou abandonos”.
 
Procurada pelo GuarulhosWeb, a direção do Hospital Geral esclareceu que o paciente foi levado à unidade pelo Samu no dia 24 de dezembro de 2017, com quadro de politrauma devido ao acidente com a motocicleta; foi assistido na UTI e, devido à melhora clínica, continuou sob atendimento na enfermaria. Ele recebeu alta em 29 de janeiro de 2018 e, no dia 12 de março, passou em contato ambulatorial em Traumatologia.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário