Guarulhosweb
   

Sport e Botafogo empatam por 1 a 1 no Recife e seguem sem vencer no Brasileirão

Ricardo Magatti, especial para a AE    23/04/2018 22:19

 


Não foi nesta segunda-feira que tanto Sport como Botafogo chegaram à primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Em confronto no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, que encerrou a segunda rodada do torneio nacional, os dois times empataram por 1 a 1 e permanecem sem vencer.

O Sport foi quem chegou mais perto de vencer a partida, mas, em noite inspirada, especialmente no primeiro tempo, o goleiro paraguaio Gatito Fernández foi o vilão do time pernambucano e fez, ao menos, três ótimas intervenções. Com a igualdade, a equipe rubro-negra soma o primeiro ponto e fica na 17.ª posição. Com o segundo empate seguido, o clube carioca ocupa a 14.ª colocação.

Os dois gols da partida saíram no final do segundo tempo. Everton Felipe saiu do banco de reservas e marcou em belo chute para o Sport, aos 40 minutos, e Rodrigo Lindoso deixou tudo igual sete minutos depois, já nos acréscimos.

O Botafogo amarga um jejum incômodo no Brasileirão. Somando os jogos da última edição do campeonato, o time do técnico Alberto Valentim está há sete jogos sem vitória. Nesse período, empatou quatro vezes e perdeu outras três, sendo que o último triunfo foi justamente sobre o Sport, na 33.ª rodada do torneio no ano passado.

O JOGO - A ótima apresentação de Gatito Fernández dá a ideia de qual time foi melhor no primeiro tempo da partida na Ilha do Retiro. É verdade que o Botafogo começou melhor, aproveitando os erros do adversário na defesa e teve nos pés de Rodrigo Pimpão uma ótima oportunidade para abrir o placar. O atacante, porém, pecou pela falta de generosidade ao tentar servir o companheiro e a zaga fez o corte.

Depois disso, o Sport ajustou a marcação, passou a pressionar a saída de bola botafoguense e exigiu de Gatito Fernández três ótimas intervenções nos chutes de Marlone, Sander e Gabriel. Na principal e mais impressionante delas, o goleiro paraguaio salvou o time carioca em chute frontal e à queima-roupa de Marlone dentro da área. A equipe pernambucana ainda chegou outras vezes e terminou o primeiro tempo com 11 finalizações contra apenas uma do adversário.

Incomodado com o que viu do time na primeira etapa, após o intervalo, Alberto Valentim sacou Rodrigo Pimpão e promoveu a entrada do jovem Pachu a fim de dar mais força ofensiva ao Botafogo. Aos 12 minutos, o treinador colocou Kieza no lugar de Brenner.

O time carioca melhorou na partida - tanto que Gatito Fernández não foi mais tanto exigido -, mas carecia de criatividade. Desagrupado, o Botafogo dava muitos espaços no meio de campo. Aproveitando um deles, o meia Everton Felipe, que havia acabado de entrar na partida, conseguiu superar o goleiro alvinegro aos 40 minutos, com um belo chute que desviou na zaga e entrou no canto esquerdo.

Quando tudo indicava que sairia de campo com a primeira vitória no torneio, o time de Alberto Valentim se lançou à frente e chegou ao empate com Rodrigo Lindoso já nos acréscimos. Melhor em campo pelos cariocas, o meia recebeu de Matheus Fernandes dentro da área e finalizou de esquerda, no canto direito do goleiro Mailson para deixar tudo igual no Recife.

Neste sábado, às 16 horas, o Botafogo abre a terceira rodada contra o Grêmio, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro. No domingo, também às 16 horas, o Sport vai até Curitiba tentar a primeira vitória diante do Paraná, no estádio Durival Britto.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1 x 1 BOTAFOGO

SPORT - Mailson; Raul Prata, Ernando, Ronaldo Alves e Sander; Anselmo, Neto Moura (Hygor), Gabriel (Fellipe Bastos), Andrigo (Everton Felipe) e Marlone; Rogério. Técnico: Nelsinho Baptista.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Gustavo Bochecha, Matheus Fernandes e Leo Valencia (Ezequiel); Rodrigo Pimpão (Pachu) e Brenner (Kieza). Técnico: Alberto Valentim.

GOLS - Everton Felipe, aos 40, e Rodrigo Lindoso, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Neto Moura (Sport); Rodrigo Pimpão, Igor Rabello e Gustavo Bochecha (Botafogo).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA - R$ 101.020,00.

PÚBLICO - 7.083 pagantes.

LOCAL - Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE).

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário