Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

CEI da GRU Airport investiga proibição de delivery no aeroporto de Cumbica

Foto: Vera Jursys/CMG    24/05/2018 17:18

 

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara de Guarulhos que investiga a atuação da GRU Airport e a relação da empresa que administra o aeroporto com o município recebeu na manhã desta quinta-feira (24) a advogada Marília dos Santos Dias Rennó, representante da empresa. Ela respondeu aos vereadores da CEI sobre informações de que a concessionária proíbe a atuação de entregadores de refeições nas dependências do aeroporto.
 
Sem citar especificamente o sistema delivery, ela afirmou que o aeroporto reprime a ação de vendedores ambulantes e todo tipo de comércio de produtos não autorizado. Sobre denúncias de que a polícia militar e seguranças contratados pela GRU Airport teriam tirado as refeições dos entregadores e agredido as pessoas, ela disse não ter acesso a esta informação, não recebeu documentos a respeito e, portanto, não poderia responder por isso.
 
Os vereadores membros da CEI reclamaram da falta de respostas da advogada. “Sem querer ofendê-la, ela não tem conhecimento dos fatos, não está preparada para responder, temos que conversar com outra pessoa da empresa que explique com mais propriedade os fatos aqui apontados”, afirmou Eduardo Carneiro. “Não estamos nessa reunião de brincadeira, teríamos coisas mais importantes a fazer do que estar aqui, ela não respondeu nada”, disse Sandra Gileno.
 
Na próxima reunião da CEI, marcada inicialmente para o dia 7 de junho, os vereadores planejam ouvir funcionários e representantes de empresas de refeição que atuam no sistema delivery para falar sobre os problemas que enfrentam no aeroporto de Guarulhos.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário