Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Número de homicídios dolosos em Guarulhos cai 64% em 10 anos

Katia Russões    05/06/2018 17:21

 

A taxa de homicídios dolosos caiu 64,14% entre 2006 e 2016 em Guarulhos. Os dados foram apurados pelo GuarulhosWeb junto à Secretaria Estadual de Segurança Pública. Nesta terça-feira, 5/06, o Atlas da Violência, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgou números de abrangência nacional que mostram que o Brasil ultrapassou pela primeira vez a marca de 30 homicídios por 100 mil habitantes. Tomando por base a população estimada de Guarulhos, a taxa por aqui corresponde aproximadamente a 9,8 homicídios por 100 mil habitantes. Um terço da taxa nacional.
 
Além de Guarulhos, o estado de São Paulo também registrou queda, mas de 46,7%.
 
O recorde negativo nacional equivale a 30 vezes o número observado em toda Europa naquele mesmo ano. No Brasil, apenas entre 2006 e 2016, 553 mil pessoas perderam suas vidas devido à violência intencional.
 
Perfil das vítimas
Os homicídios respondem por 56,5% dos óbitos de homens entre 15 a 19 anos no Brasil. Em 2016, 33.590 jovens foram assassinados – aumento de 7,4% em relação a 2015 –, sendo 94,6% do sexo masculino. Houve crescimento na quantidade de jovens assassinados em 20 Unidades da Federação no ano de 2016, com destaque para Acre (aumento de 84,8%) e Amapá (41,2%), seguidos por Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte e Roraima. A juventude perdida é considerada um problema de primeira importância no caminho do desenvolvimento social do país e que vem aumentando numa velocidade maior nos estados do Norte.
 
A desigualdade de raça/cor nas mortes violentas acentuou-se no período analisado. De todas as pessoas assassinadas no Brasil em 2016, 71,5% eram pretas ou pardas. Naquele mesmo ano, a taxa de homicídios de negros foi duas vezes e meia superior à de não negros (40,2 contra 16,0). Contudo, em nove estados as taxas de homicídio de negros decresceram na década de 2006 a 2016, entre eles São Paulo (-47,7%), Rio de Janeiro (-27,7%) e Espírito Santo (-23,8%).
 
A pesquisa observa um aumento de 6,4% nos assassinatos de mulheres no Brasil entre 2006 e 2016. No último ano analisado, ocorreram 4.645 homicídios em que a vítima era do sexo feminino. A situação é mais grave em Roraima, que apresentou uma taxa de 10 homicídios por 100 mil mulheres. Em 20 Unidades da Federação, a violência letal contra mulheres negras cresceu no período estudado, e os piores desempenhos ocorreram em Goiás e no Pará.
 
Dados de Guarulhos – Homicídios Dolosos (fonte: SSP)
2006 – 357 casos
2007 – 265 casos
2008 – 255 casos
2009 – 182 casos
2010 – 164 casos
2011 – 199 casos
2012 – 180 casos
2013 – 174 casos
2014 – 180 casos
2015 – 126 casos
2016 – 128 casos
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário