Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Atenção básica é prioridade da Saúde para 2019, diz Iglesias na Câmara

Foto: Karina Yamada/CMG    11/06/2018 17:21

 

O secretário municipal de Saúde, Sérgio Iglesias, participou na manhã desta segunda-feira (11) de audiência pública referente à Lei de Diretrizes Orçamentárias-LDO 2018. O encontro foi realizado na Câmara de Guarulhos e apresentou o total de orçamento previsto para 2019 da pasta, de aproximadamente R$ 985,3 milhões. O montante, segundo Iglesias, deve ser distribuído nos quatro grandes programas da Secretaria: fortalecimento da gestão do Sistema Único de Saúde (R$ 98,8 milhões), ampliação do atendimento em média e alta complexidade (R$ 601,8 milhões), fortalecimento da atuação básica em saúde (R$ 257,6 milhões) e qualificação das ações de vigilância em saúde (R$ 27,1 milhões).
 
Entre os vários projetos destes programas, um dos que Iglesias destacou foi o investimento em atenção básica. “É o que mudará a Saúde de Guarulhos”, afirmou. “Pretendemos chegar a 50% da população coberta pela atenção básica e 28,6% cobertas por equipes básicas de saúde bucal”, disse. Dentro deste planejamento, a Secretaria da Saúde trabalha com o aumento de 68,8% para e 71,5% de bebês nascidos vivos de mães com sete ou mais consultas pré-nupciais.
 
Durante sua apresentação, o secretário Iglesias acentuou a intenção da Secretaria em aumentar os índices de atendimento em vários setores. Ele citou, como exemplo, o combate à tuberculose: “É uma doença que deveria ter uma incidência baixíssima, mas está voltando com força”, comentou. Segundo ele, o objetivo é aumentar a proporção de cura de 73%, como foi em 2017, para 85%. Para isso, a secretaria deve dispor não apenas de ações de tratamento, mas também campanhas de esclarecimento.
 
Entre os projetos que constam da programação da Secretaria, estão a inauguração do Complexo Guarujovem para atendimento psicossocial, o término da segunda fase do Hospital Pimentas, a ampliação da fonte de financiamento de recursos próprios e de transferências federais para média e alta complexidade, o aumento da cobertura da atenção básica, o término da reforma de 19 UBSs e o prosseguimento da reforma do PA Paraíso.
 
Sobre o desabastecimento de remédios e insumos e a falta de medicamentos de distribuição gratuita, muito criticados pela população, Sérgio Iglesias contou que o próprio prefeito tem cobrado muito a Secretaria sobre isso. “O usuário tem razão em demonstrar insatisfação, isso também nos incomoda, mas a boa notícia é que temos todos os processos para normalização de fornecimento em andamento, esperamos resolver em breve estes problemas”, afirmou.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário