Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Marcos Montes é anunciado como pré-candidato a vice de Anastasia

Jonathas Cotrim, especial para AE    11/06/2018 21:36

 


O deputado federal Marcos Montes (PSD) foi escolhido para ser o pré-candidato a vice-governador de Antonio Anastasia (PSDB). O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira, 11, em um ato dos partidos em Uberaba, no Triângulo Mineiro. O evento teve a presença de Geraldo Alckmin, pré-candidato à Presidência da República pelo PSDB, e do presidente do PSD, Gilberto Kassab.

Ligado à bancada ruralista no Congresso, Marcos Montes já foi por duas vezes prefeito de Uberaba - entre os anos de 1997 e de 2004 - e está no exercício do seu terceiro mandato na Câmara dos Deputados. Em sua fala, Antonio Anastasia atribuiu a escolha do PSDB a fatores objetivos e subjetivos.

"Nos fatores objetivos, temos a identificação do perfil do pré-candidato, sua trajetória política, seu conhecimento e a questão do Estado que ele representa. A questão subjetiva é a confiança e a ligação com o titular do cargo", explicou o senador. Pesou na decisão o fato de Marcos Montes ser do Triângulo Mineiro, o que permitiria uma melhor entrada do tucano na região.

Pré-candidato à Presidência pelo PSDB, Geraldo Alckmin elogiou a formação da chapa e disse que Anastasia e Marcos Montes são uma "dobradinha campeã". O presidente do PSDB nacional também comentou sobre o fato de aparecer em quarto lugar na pesquisa do Datafolha. "A campanha começa mesmo quando a gente souber quem efetivamente é candidato e quando começar o programa eleitoral no rádio e televisão", afirmou.

O apresentador Carlos Vianna, pré-candidato do PHS ao Senado, também esteve presente no ato e sinalizou que o interesse do partido, incluindo do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, é de apoiar a pré-candidatura tucana. No entanto, a decisão passa pelo direção nacional do partido, que precisa definir apoios para que a aliança em Minas Gerais seja consolidada.

Decisão fechada

Outro partido que definiu, nesta segunda-feira, o pré-candidato a vice-governador, foi o Novo, que escolheu o economista Paulo Brant. Ele completa a chapa encabeçada pelo empresário Romeu Zema.

Brant foi diretor do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) e esteve envolvido em uma polêmica nas eleições para a prefeitura de Belo Horizonte, em 2016. O empresário era considerado o sucessor de Marcio Lacerda, mas o ex-prefeito de BH acabou retirando o apoio às vésperas do registro eleitoral. Sem apoio, Brant acabou não entrando na disputa.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário