Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Republicanos enfrentam obstáculos para projeto migratório

Estadão Conteúdo    24/06/2018 21:24

 


A inquietude dos republicanos pelo próximo tuíte do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o temor de irritar os eleitores conservadores estão minando os esforços do partido na Câmara dos Representantes em torno do projeto de um amplo projeto de lei sobre imigração.

Os líderes republicanos querem votar a lei nesta semana, com pequenas modificações para agradar as alas moderada e conservadora do partido, que estão em desacordo. O mais importante, no entanto, é o respaldo político de Trump.

As afirmações recentes do mandatário sobre o projeto e as mudanças abruptas de opinião dele tem tirado o sono do partido.

Na terça-feira, Trump disse a republicanos da Câmara dos Representantes que respaldava o projeto de lei "em 1000%" e o defenderia em comícios que tem feito pelo país. No entanto, na sexta-feira, o presidente disse que "os republicanos deveriam deixar de perder tempo com a imigração" e aguardar a eleição de novembro para voltar a debater o tema.

"Creio que a melhor forma de aprovar um projeto de lei é respaldar sistematicamente uma posição e ajudar a impulsioná-la", disse o deputado republicano Greg Walden, do Oregon. Perguntado sobre se Trump estava fazendo isso, o parlamentar se dirigiu rapidamente a uma porta e disse "isso é tudo que tenho a dizer".

Caso aprovado e sancionado, o projeto de lei vai permitir que os imigrantes que chegaram ilegalmente aos Estados Unidos quando crianças, conhecidos como Dreamers, tenham a possibilidade de serem naturalizados americanos.

Ao mesmo tempo, o projeto daria US$ 25 bilhões para a construção do muro na fronteira com o México, bem como impediria que as agências governamentais separassem as crianças imigrantes de seus pais detidos.

O pacote legislativo é produto de semanas de negociações entre os conservadores e os moderados do partido. Mas, apesar de algumas arestas terem sido aparadas, os legisladores republicanos não lograram êxito em reunir uma maioria. Ainda que concorde com vários pontos, a oposição democrata se opõe em bloco ao projeto.

Os republicanos não conseguiram superar suas divisões em uma época complicada para o partido: se aproximam as eleições legislativas e o tema da imigração captura a atenção do público há meses.

Os membros do partido, que se esforçam para manter o controle da Câmara dos Representantes, tinham esperanças de focar a campanha na economia e nos cortes de impostos. Fonte: Associated Press.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário