Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

GRU Airport dificulta ação de agentes municipais, diz representante da Anvisa em CEI

Foto: Vera Jursys/CMG    05/07/2018 17:05

 

Representantes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) participaram na manhã desta quinta-feira (5) da reunião da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara que investiga irregularidades cometidas pela GRU Airport na administração do parque aeroportuário, em Cumbica. Desta vez, os vereadores queriam saber se a empresa dificulta no local a ação de agentes do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde.
 
A chefe do posto da Anvisa, Elisa Braga Boccia, acompanhada da chefe substituta Wanda Pornaciaio Augusto, explicou que o órgão atua 24 horas por dia com doze profissionais para fiscalizar todos os estabelecimentos que tenham interface com a saúde, de restaurantes e lanchonetes a farmácias a hotéis. “Por conta desta demanda, sempre houve a cooperação conjunta da Prefeitura de Guarulhos conosco”, comentou Elisa. “Nos últimos anos, porém, a GRU Airport tem dificultado o credenciamento dos agentes municipais para o acesso em algumas áreas do aeroporto”, confirmou Wanda.
 
Competências distintas
Outro ponto discutido foi o alvará de funcionamento de cada estabelecimento. “A emissão deste documento é de competência da Prefeitura, não nos envolvemos, mas não inviabiliza a fiscalização da Anvisa e ela é feita de qualquer forma”, garante Elisa. Sobre denúncias relatadas pelos vereadores de problemas na qualidade da água servida nos bebedouros, as agentes da Anvisa relataram que a fiscalização é contínua, com ou sem reclamações. “Por lei, fiscalizar a água nos aeroportos é de competência da Anvisa”, afirmou Wanda Boccia.
 
“Ficou claro que é impossível para a Anvisa fiscalizar adequadamente todo o aeroporto com apenas 12 funcionários”, avaliou Marcelo Seminaldo, presidente da CEI. “Sem ter o apoio da vigilância sanitária de Guarulhos é temerário para as milhares de pessoas que diariamente frequentam o local consumir remédios ou comprar medicamentos“, acrescentou.
 
Para o próximo encontro da CEI, marcado para a quinta-feira (12), os vereadores devem convocar representares da GRU Airport para dar sua versão sobre os fatos discutidos durante as oitivas. Participaram também desta reunião os vereadores Eduardo Carneiro (PSB), Zé Luiz (PT), Sandra Gileno (PSL), Geraldo Celestino (PSDB), Acácio Portella (PP) e Luís da Sede (PRTB).
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário