Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Guarulhos nos trilhos outra vez

* Gustavo Henric Costa, Guti    11/07/2018 08:34

 

São muitos os fatores que prejudicam ou adiam o progresso de um município. As limitações de divisas com outras cidades impactam diretamente no desenvolvimento, deixando grandes cidades no ostracismo. Nos últimos 50 anos, são incontáveis as transformações em diversas áreas da sociedade, especialmente no que diz respeito a tecnologia e modernização. Em relação ao urbanismo e a malha viária, por exemplo, os avanços falam por si. Neste meio século, houve a construção e expansão de diversas linhas de metrô em São Paulo, ligando a cidade de leste a oeste e de norte a sul.
 
No entanto, Guarulhos, apesar de colada na Capital e figurando como segundo maior município do Estado, com 1,3 milhão habitantes, e empresas de grande porte, incluindo multinacionais de renome, não acompanhou tal evolução. Ao contrário, há 53 anos, perdeu sua principal ligação com São Paulo, o centro financeiro do país. Naquele ano eram interrompidas as viagens do famoso “Trem da Cantareira”, que ligava a cidade à capital paulista, passando pelos bairros do Tucuruvi e Jaçanã. 
 
Depois deste hiato, somente agora, em 2018, Guarulhos volta a entrar nos trilhos. Há quase dois meses foi inaugurada a linha 13 Jade, da CPTM, com estações no Parque Cecap e no Aeroporto. Não precisou passar muito dias para o efetivo funcionamento em horário comercial – das 4h a meia noite – , para que se percebesse o quanto esse ramal era importante para a cidade. De acordo com a CPTM, somente na primeira semana passaram pelas estações de Guarulhos nada menos do que 131 mil passageiros, que utilizaram o “novo” meio de transporte para chegar ou sair da cidade.  
 
As viagens entre os municípios se tornaram mais eficientes, facilitando a vida de quem mora numa cidade e trabalha na outra. Em um futuro não muito distante, o trem fará ainda a ligação entre os bairros do município, que estarão conectados pelas estações. A segunda parte do projeto da CPTM prevê um ramal em Bonsucesso, passando pelo São João e Presidente Dutra, regiões que concentram cerca de 600 mil pessoas. A expectativa é de que essa estação seja entregue em poucos anos, já que se trata de um trecho que não enfrenta obstáculos naturais.  
 
Vale salientar também que o trem puxa outros grandes avanços na área de mobilidade urbana. As linhas alimentadoras que agora integram o sistema conectam mais diferentes bairros da cidade, por meio de terminais de ônibus localizados em frente às estações, tanto do Cecap como do Aeroporto. Não por coincidência, os roteiros atendem ainda os usuários do sistema de saúde, já que as linhas que compõem o “Circular da Saúde” passam pelos principais centros de urgência e emergência da cidade. 
 
Outro grande avanço celebrado na área de mobilidade é a entrega da alça no Trevo de Bonsucesso, que permite o retorno direto para São Paulo, pela Rodovia Presidente Dutra. Iniciada em 2015, essa é uma das obras mais importantes da cidade e que vai desafogar muito o trânsito naquela região. Além dos problemas financeiros que o município enfrenta, a atual administração superou desafios relacionados às desapropriações, que foram feitas em tempo recorde, no ano passado, para que essa obra pudesse ser entregue, mesmo depois de dois anos de atraso.
 
Os obstáculos são enormes e o déficit financeiro do município, de fato, atrapalham a execução do plano de governo elaborado para garantir o crescimento de Guarulhos. Mas o compromisso com a população, senso de responsabilidade e força de trabalho, empregados desde o primeiro dia desta administração, serão sempre o combustível para fazer com que a cidade entre nos trilhos do desenvolvimento em um caminho sem volta.
 
* Gustavo Henric Costa, Guti, é prefeito de Guarulhos.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário