Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

JAC T40, um SUV urbano de qualidade proibido para preconceituosos

Ernesto Zanon - Especial para o GuarulhosWeb    19/07/2018 09:09

 

Toda vez que se avalia um modelo da JAC Motors, sempre surge alguém para falar que não confia porque se trata de um carro chinês, numa completa exacerbação de preconceito explícito. “Nunca entrei em um, mas já sei que não é bom”. Gente assim nunca terá a oportunidade de conhecer as qualidades e o ótimo custo benefício proporcionado por um JAC T40 CVT, SUV urbano que apresenta ótimos resultados. O GuarulhosWeb avaliou o modelo durante 10 dias. E, mais uma vez, atesta que os preconceitos são incabíveis. 
 
De cara, o T40 agrada por ser um carro bem completo, bastante ágil que entrega exatamente aquilo que se espera de um SUV urbano. Oferecido por R$ 69.990 (menos de R$ 70 mil), vem completíssimo, o que o coloca vários patamares acima dos concorrentes diretos, sendo opção interessante para quem quer ir além dos compactos premium disponíveis no mercado, que oferecem bem menos, mas com valores bem próximos. 
 
“Ah, mas é um chinês”. Pois bem, o chinês conta com ar-condicionado com regulagem automática de temperatura; bancos revestidos em couro; sensor de estacionamento dianteiro e traseiro; computador de bordo com função de auto-diagnose; sistema start/stop; motor 1.6 16V DVVT; e transmissão automática tipo CVT com função para trocas manuais com seis marchas definidas eletronicamente.
 
Preconceituosos, que devem ficar longe do chinês, não devem (e não querem) saber, por exemplo, que o T40 nasceu de um projeto voltado ao Brasil, a partir de 2011 (confira abaixo a história do “Projeto Brasil”). Só foi lançado primeiro na China, país de origem, devido às mudanças constantes no regime automotivo brasileiro, que forçou a importadora a alterar os planos para a produção do modelo por aqui. Mesmo assim, o SUV – desenhado na Itália – acabou concebido para atender a uma necessidade daqui, já que a expansão dos SUVs era algo totalmente previsível pela indústria automobilística.  
 
Durante toda a avaliação, a maior parte em meio ao trânsito urbano, o T40 demonstrou que foi feito mesmo para atender ao gosto do consumidor brasileiro. O motor 1.6 a gasolina desenvolve a potência de 138 cv a 6.000 pm e 17,1 kgfm a 4.000 rpm de torque máximo O câmbio CVT responde bem às pisadas no acelerador, não titubeando para manter o giro em alta. Em alguns momentos, o ronco do motor até parece mais forte, passando a impressão de que está sendo forçado. Porém, nada mais é que a resposta para que ele não perca nada em termos de desempenho. 
 
Como SUV compacto que é, acaba se tornando ótima pedida para quem quer um carro mais alto, que não empaque em qualquer valeta e supere com extrema facilidade às armadilhas de ruas e avenidas das grandes cidades. Em Guarulhos, onde há depressões em diversas esquinas para o escoamento de água, mantendo desníveis em que veículos comuns (até mesmo picapes maiores) são obrigados a entrar de lado, até levantando uma das rodas, na hora de transpor, o T40 passa batido, sem pegar na frente ou atrás, devido à altura livre do solo, que é de 18 cm, e ao bom ângulo de entrada, característica natural de um SUV de verdade. 
 
Nas dimensões externas, nenhum exagero. Tem 1,57 metro de altura e 1,75 metro de largura, o que proporciona ótimo espaço interno no habitáculo, acomodando efetivamente três passageiros no banco traseiro, que tem espaço à vontade para ombros e cabeças. No porta-malas, ele comporta até 450 litros de bagagem. Nada de exagero, mas o suficiente para levar a bagagem de toda uma família. 
 
Além do belo design externo, que nada fica devendo para os concorrentes, o JAC T40 se destaca bastante pelo interior, onde se percebe acabamento de qualidade com certo toque de sofisticação. Ele abusa de black piano e couro nas forrações internas.
 
 “Mas tem certeza que é um chinês, mesmo?”, podem perguntar. O desavisado tentará justificar: “Sei não. Deve ser só aparência”.  E não é. Os bancos são revestidos em couro ecológico. O quadro de instrumentos, com novo grafismo, permite fácil leitura já que velocímetro e conta-giros possuem melhor visualização, tendo nas extremidades marcador do nível de tanque de combustível e termômetro de água do motor. 
 
No centro, o T40 CVT exibe computador de bordo, com várias funções de checagem de funcionamento do carro e dados de cruzeiro, como consumo instantâneo, médio, autonomia etc. Rodando só na cidade, o consumo médio após cerca de 300 km de avaliação ficou na casa dos 9 km/l. Em trechos de estrada, o medidor instantâneo exibia algo entre 12 e 13 km/l.  
 
Uma inovação chinesa no T40 é a exclusiva JAC Connect Front Camera. Em conjunto com o aplicativo JAC View, o sistema é capaz de registrar filmes (com áudio) de todos os percursos percorridos pelo T40. Apesar do dispositivo não ter sido avaliado pelo GuarulhosWeb, sabe-se que trata-se de um importante aliado para checar possíveis incidentes (e até acidentes, por que não?) ao longo de uma jornada. 
 
 
O que o JAC T40 CVT oferece de série por R$ 69.990,00
Ar-condicionado Automático
Cruise Control com comandos no volante
Lâmpadas halógenas
Faróis com regulagem elétrica de altura do facho
Faróis com “Follow Me Home”
DLR (LED diurno)
Faróis de neblina (dianteira)
Lanterna de neblina (traseira)
Brake-light
Alças de segurança dianteiras e traseiras
Para-sol com espelho iluminado (motorista e passageiro)
Retrovisor interno antiofuscante
Bancos revestidos em couro ecológico 
Airbag duplo frontal
Portas com barras de proteção lateral
Aviso de cinto não acoplado
Imobilizador
Travamento automático das portas a 15 km/h
Freio ABS com EBD
BAS - Brake Assist System (assistente para frenagens de pânico)
BOS - Brake Overide System (pedal “inteligente” de freio)
ESP - Eletronic Stability Program (controle eletrônico de estabilidade)
TCS - Traction Control System (controle eletrônico de tração)
HSA - Hill Start Assist (assistente de partida em rampas)
TPMS - Tire Pressure Monitoring System (sistema de monitoramento da pressão dos pneus)
Sistema JAC Connect Front Camera
Sensor de capô aberto
Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro 
Computador de bordo com auto-diagnose
Câmera de ré
Entradas USB no console central do painel e no banco traseiro
Isofix
 
Conheça a história do “Projeto Brasil”
 
O JAC T40 começou a ser idealizado em março de 2011, no exato instante em que nascia a JAC Motors Brasil. Já se previa, à época, que o casamento entre a marca chinesa e o Grupo SHC, responsável pela importação dos modelos ao país, renderia frutos rapidamente. Uma equipe de engenheiros liderada pelo presidente da empresa no Brasil, Sergio Habib, desembarcava em Turim, na Itália, para encomendar um novo SUV para o mercado brasileiro, que estrearia a linha de produção da JAC Motors por aqui.
 
E foi essa a primeira exigência efetuada pela equipe de brasileiros aos profissionais do JAC Italy Design Center, onde o T40, batizado como projeto A30 à época, já ganharia apenas dois meses depois os primeiros sketches (propostas de design ainda efetuadas no papel). O primeiro protótipo em clay (argila) ficaria pronto em setembro daquele ano, com análise de propostas que duraria até janeiro de 2012. Neste instante, os representantes da marca no Brasil realizaram o “freezing style”, ou “congelamento do estilo” numa tradução livre, que é quando você define o design final do modelo. 
 
Os modelos pré-série, já prontos para rodar e efetuar os testes de durabilidade, começaram a circular por estradas chinesas em meados de 2014. Com o redirecionamento do futuro da fábrica da JAC Motors no Brasil, que alterou o plano inicialmente previsto, o JAC T40 acabou sendo lançado antes no mercado chinês, o que ocorreu em agosto de 2015, onde recebeu o nome de JAC S2. Logo depois, os testes de durabilidade foram iniciados também em território brasileiro, cumprindo o objetivo regiamente previsto pela marca de 1 milhão de km rodados no país. Especificamente na versão CVT, outros 600 mil km foram rodados em experimentos nas estradas brasileiras.
 
“Ah, mas é um chinês”. Melhor parar por aqui. 
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. joao amorim 27/07/2018 09:20

    satisfeito

    Comprei um t40 e estou muito satisfeito. O meu é cambio manual. Só tenho uma ressalva quanto ao prazo de entrega. Por ser importado demora um pouco para finalizar a entrega junto a concessionaria.

Insira um comentário