Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Caçambeiros fazem manifestação e estaciona dezenas de caminhões em frente à Prefeitura

Texto e fotos: Paulo Manso    06/08/2018 11:14

 

Dezenas de caminhões de caçambeiros estão estacionados desde as primeiras horas desta segunda-feira, 06/08, na Avenida João Bernardo Medeiros, no Bom Clima, ao lado do Paço Municipal. Os trabalhadores, que atuam no recolhimento de entulho da construção civil em Guarulhos, fazem um ato para reivindicar uma série de demandas da categoria. Uma comissão de representantes dos trabalhadores está reunida neste momento com o secretário de Governo, Paulo Carvalho.

Segundo agentes da Secretaria de Transportes, cerca de 20 caminhões estão no ato. Líderes do movimento afirmam que 73 caminhões foram levados para as ruas do entorno da Prefeitura.
 
Em junho, os caçambeiros reclamaram de falta de diálogo da Prefeitura. Na ocasião, Fabiano Gabriel, um dos líderes do movimento, disse ao GuarulhosWeb que os trabalhadores esperavam há meses por uma reunião com a administração. Eles exigiam aterros regulares para o descarte de resíduos da construção civil, um Cadastro Municipal de Transportadores de Entulho e o controle de monitoramento do material e seu destino final (CTR Eletrônico). Fabiano ainda disse que os empresários passavam por apreensões de caminhões e máquinas, além de multas que giravam em torno de R$ 40 mil.
 
Na época, a Prefeitura informou que seguia trabalhando para disponibilizar o cadastramento das empresas removedoras de entulho nos postos da Rede Fácil de Atendimento ao Cidadão. Com relação ao aterro regular para resíduos da construção civil, a Secretaria de Serviços Públicos informou, na ocasião, que ainda não havia áreas na cidade disponíveis para implantação, e que as empresas deveriam realizar o descarte nas áreas de transbordo e triagem ou em aterros privados.
 
O GuarulhosWeb acompanha o caso e atualizará as informações assim que terminar a reunião entre os caçambeiros e a Prefeitura.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário