Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Pais de primeira viagem contam como foi a emoção de saber sobre a gravidez

Katia Russões    10/08/2018 12:15

 

A notícia de uma gravidez traz um misto de emoção e preocupação que só aumenta conforme a gestação avança e a chegada do bebê se aproxima. Neste Dia dos Pais, o GuarulhosWeb conversou com um papai que aguardava a chegada da Sophia, além de dois pais que vivem a nova fase há seis meses.
 
O engenheiro civil Edson Martins Filho, de 32 anos, morador do Parque Santo Antônio, é casado há 10 anos e 11 meses. Ele e a esposa, Marcela Selim, de 31, aguardavam ansiosos pela notícia da gravidez. O GuarulhosWeb conversou com Edson um dia antes do parto da Sophia que aconteceu nesta quinta-feira, 9/08.
 
“Ela foi planejada, tentamos por pouco tempo e, no primeiro teste, já deu positivo. O que senti quando recebi a notícia foi inexplicável. O amor nasce naquele momento. É impossível explicar em palavras. É a vida como Deus a fez, maravilhosa e rica em tudo”, explicou Edson, que se preparava para o momento do parto. “Jamais senti tamanha ansiedade para outra coisa”, contou.
 
Atualmente, boa parte das tarefas de casa estão sendo feitas por ele. E o casal pretende manter esta dinâmica quando a Sophia chegar. “Acredito que a dinâmica da casa será transformada. Muitas ações do dia a dia terão de ser repensadas: horário de dormir, refeições, banho”. Edson estava se preparando para um dia dos Dia dos Pais agitado, já com a Sophia em seus braços. “Será um dia perfeito”, completou.
 
Rafael Carvalho dos Santos, de 28 anos, coordenador de logística e morador do Taboão, está há seis meses vivendo a intensidade dos dias com um bebê em casa. “Quando descobri a gravidez do Caio senti um misto de sensações. Já imaginava ele no meu colo”, explicou.
 
As mudanças na rotina da casa aconteceram logo nos primeiros dias. O casal entendeu que precisava respeitar os horários do bebê e estar presente em todos os momentos. Antes, vieram muitos conselhos. “A melhor dica que recebi foi que cada bebê tem suas particularidades. Nem sempre o que serve para um serve para o outro. É preciso saber filtrar os comentários indesejados e a energia negativa”.
 
Rafael conta que em casa há divisão de tarefas. “Cada um faz um pouco. Procuramos não sobrecarregar um ao outro. No geral nos entendemos bem nessa parte”, disse. Ele acredita que o Dia dos Pais é uma data estipulada para movimentar a economia, por isso acredita que sua comemoração será como um dia comum. “É apenas mais um dia. Estaria ao lado do meu filho e da minha família, dando o melhor para eles de qualquer forma”, apontou.
 
Outro papai de primeira viagem é o assistente de logística Wilker Marsola, de 26 anos, morador do bairro Água Chata. O filho Pietro, de 6 meses, é a alegria do casal. Claudia, a esposa, fez o teste de gravidez sem contar para o marido. “Quando cheguei em casa tinha um teste na cama, mas na hora eu nem sabia o que era aquilo e quase joguei fora. Quando eu olhei fiquei muito feliz. Eu falei para minha esposa que nossa família estava completa”, lembrou.
 
A rotina de Wilker mudou desde o primeiro momento. Uma das preocupações foi com a saúde do bebê e da mamãe. Por este motivo, acompanhou todas as consultas e também os exames. Depois houve uma mudança de ambiente para aguardar a chegada.
 
Após o nascimento, a rotina da família mudou. Agora a prioridade é o Pietro. O casal divide todas as tarefas, como banho, troca de fralda e outras obrigações. “Temos que ficar sempre atentos com ele. Nossa rotina começa mais cedo: levamos ele para a casa do meu cunhado, onde ele fica até eu e minha esposa voltarmos do trabalho”, explicou.
 
Uma das dicas que recebeu durante a gravidez foi a de curtir cada minuto com o filho, pois essa fase passa muito rápido e é uma das melhores. Para o Dia dos Pais, Wilker ainda não tem planos. “São tantas emoções reservadas para esse dia. Vamos passar junto com os pais da nossa família”, contou.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário