Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Ibovespa se firma nos 79 mil pontos com clima ameno no Brasil e exterior

Simone Cavalcanti    21/09/2018 11:39

 


Em dia de clima ameno tanto na cena externa quanto no quadro doméstico, o Ibovespa ganhou força para se firmar nos 79 mil pontos nesta sexta-feira, 21. Impulsionam o índice as blue chips, as mais líquidas da carteira teórica, com ganhos generalizados em torno de 1,5%.

Às 11h29, o índice Bovespa tinha alta de 1,41%, aos 79.215,29 pontos.

Enquanto os investidores no exterior lidam com a menor tensão nas disputas comerciais protagonizadas pelos Estados Unidos, por aqui, digerem os novos capítulos da corrida eleitoral, com o debate entre os presidenciáveis na quinta à noite e as novas sondagens de intenção de voto.

Ajuda nesse contexto de ganhos internos a calmaria vista no mercado de câmbio, onde o dólar sobe de maneira contida frente ao real. O fôlego ao Ibovespa ocorre muito embora os ganhos acumulados na semana sejam significativos, de quase 4%, e possam chamar correção em algum momento do pregão.

Entre as commodities, os contratos futuros de petróleo operavam com ganhos na manhã, antes de uma reunião entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outras nações, que devem discutir seus níveis de produção em um quadro de modesto aperto na oferta. Já o minério de ferro fechou em leve baixa 0,07% no porto de Qingdao, na China.

Mais cedo, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) que registrou alta de 0,09% em setembro, após ter avançado 0,13% em agosto. O resultado ficou abaixo da mediana de 0,17% das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, que esperavam uma alta entre 0,02% e 0,29%.

O IPCA-15 acumulou alta de 3,23% no ano. Nos 12 meses encerrados em setembro, o indicador ficou em 4,28%. As projeções iam de avanço de 4,20% a 4,51%.

Divulgada na manhã desta sexta, a arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 109,751 bilhões em agosto, um aumento real (já descontada a inflação) de 1,08% na comparação com igual mês de 2017. Em relação a julho deste ano, houve queda de 15,25%. O valor arrecadado, porém, foi o melhor desempenho para meses de agosto desde 2014.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário