Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Flamengo vai ao TJD e pede impugnação da partida contra o Comercial

Paulo Manso / Foto: Leonardo Sguaçabia/AA Flamengo    02/10/2018 18:37

 

Após o empate em 1 a 1 com o Comercial, no último final de semana, em Ribeirão Preto, o Flamengo demonstra que não vai aceitar passivamente a polêmica eliminação no Campeonato Paulista da 4ª Divisão. O clube entrou com uma ação no Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Paulista de Futebol pedindo a impugnação da partida e a consequente paralisação da competição antes do início das semifinais.
 
O Flamengo alega interferência externa na decisão do árbitro Salim Fende Chavez em validar o gol do Comercial, após ter marcado falta do atacante Michel Renner no goleiro Matheus Santillo, do rubro-negro. Do momento do gol, aos 37 minutos do segundo tempo, até a decisão de validar o empate do Bafo, foram 11 minutos de muita confusão.
 
CONFIRA OS LANCES:
 
 

Guarulhosweb TV

 
“O árbitro e o auxiliar anularam o gol ao marcar obstrução no Matheus. Eles chegaram a explicar isso para o Michel, que fez o gol. Disseram que ele ficou parado e impediu a ação do Matheus. Depois da pressão sofrida, o árbitro disse ao Matheus e ao [lateral direito do Flamengo] Greick que jornalistas avisaram que não havia sido falta”, disse o presidente do Flamengo, Edson David Filho.
 
Segundo o dirigente, outros atletas também afirmam ter ouvido a explicação do árbitro. “Eu não estou reclamando da decisão nos lances. No futebol, existe o chamado ‘erro de fato’, quando o árbitro tem uma interpretação errada. Isso acontece. Mas o que não podemos aceitar é a forma com a qual ele chegou nas decisões. Isso é ‘erro de direito’ e nós vamos atrás do prejuízo”, disse.
 
Além do lance do gol de empate do Comercial – que significou a eliminação do Flamengo –, o clube guarulhense também reclama de um pênalti ainda no primeiro tempo. “O Zé Gatinha foi derrubado claramente e o árbitro marcou a penalidade com muita convicção. Mas um dos auxiliares fez ele voltar atrás. Se fizéssemos 2 a 0 no primeiro tempo seria muito difícil tomarmos o empate. Fomos muito prejudicados em uma fase na qual estávamos perto da semifinal. É todo um trabalho jogado fora. No vestiário, além da revolta, havia jogadores chorando copiosamente pela forma com a qual fomos eliminados”.
 
Durante a confusão que tomou conta do gramado do Estádio Palma Travassos após o gol do Comercial, um cachorro da Polícia Militar mordeu o braço do atacante Vinícius Faria, do Flamengo.
 
Ameaça
Além da manifestação de mais de um atleta de que o árbitro Salim Fende Chavez teria afirmado ter recebido informação de jornalistas sobre o lance do gol de Michel Renner, outra coisa motivou o Flamengo a entrar com o pedido de impugnação da partida. Na súmula do jogo, o árbitro relatou uma grave ameaça ocorrida na chegada da equipe de arbitragem ao estádio.
 
“Estou há muito tempo no futebol e é até comum, infelizmente, os árbitros serem ofendidos. Mas eu nunca vi um árbitro relatar em súmula uma ameaça de morte, colocando inclusive detalhes como a placa do veículo dos ameaçadores. Isso deixa claro que a equipe de arbitragem estava pressionada para comandar o jogo. Isso é muito grave”, apontou Edson David Filho.
 
Segundo o documento, assinado pelo árbitro, a equipe de arbitragem foi abordada nas proximidades do estádio, antes da partida, por torcedores em um veículo Gol, cor cinza, de placas FGO-9056. “Um torcedor se colocou à frente do carro da arbitragem bloqueando a passagem: ‘Apita direito essa merda aqui hoje, senão vocês não sairão daqui vivos. Ficará pequeno para vocês. Vocês sabem como funciona aqui no Comercial...", diz trecho da súmula.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Ary 03/10/2018 13:07

    Faltou futebol

    Mais uma vez as mesmas desculpas.Infelizmente faltou futebol.Em momento algum essa equipe mostrou futebol a altura para conseguir o acesso, basta ver a classificação na fase anterior.Agora é preparar para a próxima temporada corrigindo os erros dessa.

Insira um comentário