Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Secretário de Governo anuncia renovação da frota de veículos da Prefeitura

Foto: Bruno Netto/CMG    30/11/2018 15:11

 

Durante a audiência pública da Lei Orçamentária Anual, realizada na Câmara Municipal na tarde de quarta-feira (28), o secretário de Governo, Paulo Carvalho, afirmou que a frota de veículos do Executivo será renovada em 2019. “Hoje, nós tomamos conta do Departamento de Trânsito, de modo que a frota da Prefeitura está sob nossos cuidados. Ela é antiga, praticamente sucateada. Já foram feitos dois leilões, e o prefeito quer modernizar essa frota, com carros que tenham, no máximo, cinco anos”, disse Carvalho. Segundo ele, será dada prioridade para as Secretarias de Saúde e Educação, que têm as maiores frotas.
 
Para 2019, a previsão orçamentária da pasta está aproximadamente 70% menor em comparação a 2018. O secretário explicou que a redução de custos foi um pedido do prefeito Guti. “Nós estamos realizando cortes em tudo o que é possível. Estamos abaixando a folha de pagamento e todas as despesas que a gente pode cortar. Cada secretário fez a sua lição de casa, e nós abaixamos significativamente o orçamento”.
 
Fundo Municipal de Saneamento Básico
No dia 9 de outubro, foi sancionada a Lei 7656/2018, que trata da concessão dos serviços do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) à Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) por 40 anos.
 
“Com a negociação entre SAAE e Sabesp, houve a necessidade de se criar um fundo, onde vão ser depositados alguns repasses que a Sabesp vai fazer para o município. Neste momento, o fundo está na Secretaria de Governo, para que a gente dê viabilidade a essas negociações, mas não quer dizer que esse fundo vá continuar lá, talvez vá para outro departamento futuramente”, explicou Carvalho.
 
A Lei 7656/2018 garante investimentos da companhia estatal em obras de infraestrutura na cidade e o fim da dívida de mais de R$ 3 bilhões que a autarquia guarulhense tem com a Sabesp.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário