Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

Bienal do Livro aborda criatividade, era digital, literatura e meio ambiente

Redação Guarulhosweb    04/12/2018 16:12

 

Com amor e poesia descontraída, o escritor Pedro Gabriel, da Editora Intrínseca, participou de uma palestra nesta segunda-feira, dia 3, na Bienal do Livro de Guarulhos “Páginas que Conectam, que acontece até o próximo dia 9, no Parque Transguarulhense.
 
Gabriel abordou o tema “Simplicidade criativa”, falando do processo criativo e a combinação de textos e desenhos publicados em seus livros. Por meio de palavras, ilustrações e bom humor, o criador do livro “Eu me chamo Antônio”, explorou o que tem de melhor: o gosto pelos trocadilhos e frases espontâneas que são compartilhados na internet através de guardanapos, que fazem sucesso.
 
“As ideias sempre ficam soltas e elas precisam ser escritas para não se perder. Foi através dos guardanapos que encontrei uma forma de expressar tudo aquilo que observava no trajeto para casa. As relações pessoais sempre agregam algo para nossa vida”, resume Gabriel.
 
Com simpatia, o escritor falou sobre originalidade e sensibilidade em meio as redes sociais. “Na internet, há dois lados: o daqueles que preferem a delicadeza e dos que escolhem a maldade. Mesmo com o sucesso nas redes sociais, meu trabalho foi desenvolvido de forma analógica ‘off-line’, na mesa no balcão do Café Lamas, no Rio de Janeiro, ou seja, a liberdade está em nossas mãos, não importa onde você esteja. A sensibilidade não tem concorrência”, finaliza Pedro Gabriel.
 
Fred Elboni
Falando sobre amor, coragem e liberdade, o escritor, roteirista e youtuber, Fred Elboni, também marcou presença na Bienal do Livro de Guarulhos, abordando o tema “Relações na era digital”. 
 
“No relacionamento maduro é a reciprocidade, a atitude de surpreender com simples gestos que fazem toda a diferença. O amor verdadeiro é evoluir junto com quem a gente gosta”, conta, Fred Elboni, ressaltando a importância da parceria entre as relações.
 
Atualmente, Fred lançou seu sexto livro: “Você e outros pensamentos que provocam arrepio”, pela Editora Sextante. Ao término, o público fez perguntas sobre suas experiências de vida e seus relacionamentos ao longo desses anos. 
 
Fernando Canto Berzaghi
“A importância da leitura”, tema da palestra do escritor Fernando Canto Berzaghi, colocou em foco a literatura e todos os elementos que a compõem, desde o cuidado com a palavra aos níveis mais elevados de compreensão dados pela sinonímia, pelo contexto e pelo binômio nome e verbo. 
 
Para ilustrar seus argumentos, Berzaghi citou algumas das criações literárias de Carlos Drummond de Andrade, pontuando a maestria com a qual o poeta brincava com significantes e significado. “Quando você abre um livro, encontra inúmeras cenas e histórias que nos transportam a outros lugares, essa é a beleza da leitura”, pontua o escritor.
 
Amir Piedade
Você sabia que o rio Tietê tem entre 10 e 15 milhões de anos? Inspirado na necessidade de manter viva a memória de uns dos patrimônios imateriais mais importantes do Estado de São Paulo, o escritor Amir Piedade apresentou palestra sobre a obra “Rio Tietê - Meio Ambiente”.
 
Destinado a crianças entre 6 e 8 anos, o livro é narrado em primeira pessoa pelo próprio curso d’água e conta histórias que vão do nascimento à sua poluição, apontando possibilidades para sua recuperação. “Apesar de lançado já há algum tempo, a cada trabalho realizado com crianças, novos elementos surgem, fruto da curiosidade que a obra desperta nos pequenos”, explica Piedade.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário