Guarulhosweb
Guarulhosweb

Columbia Britânica cancela missão comercial à China por prisão de Meng Wanzou

Redação Guarulhosweb    09/12/2018 17:12

 


Uma missão comercial à China pela província canadense de Colúmbia Britânica foi cancelada neste domingo. Em comunicado, a província disse que a decisão foi tomada por causa do processo judicial envolvendo a diretora financeira da gigante de telecomunicações chinesa Huawei, Meng Wanzhou. A executiva está detida no Canadá, a pedido do governo norte-americano.

Meng é suspeita de tentar infringir as restrições de comércio dos EUA ao Irã e aguarda uma possível extradição para os EUA. Há temores de que a China possa responder os canadenses em retaliação. Ainda neste domingo, segundo a agência de notícias oficial Xinhua, o governo chinês advertiu o Canadá que, se Meng não for libertada, o país vai enfrentar "graves consequências".

A decisão da Columbia Britânica ocorre após a China ter convocado o embaixador canadense John McCallum, no sábado, para conversar sobre a prisão da diretora financeira. Além disso, o governo chinês também convocou o embaixador norte-americano para protestar contra a detenção de Meng Wanzhou, diretora financeira da gigante de telecomunicações chinesa Huawei, e exige que o governo dos Estados Unidos revogue o pedido de prisão contra a executiva.

Huawei é o maior fornecedor global de equipamentos de rede para telefone e internet e tem sido o alvo de aprofundar as preocupações de segurança dos EUA. Os EUA têm pressionado os países europeus e outros aliados a limitar o uso de tecnologia. Fonte: Associated Press.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário