Guarulhosweb
Guarulhosweb

Veja o que o Ano do Javali (ou do Porco) no horóscopo chinês reserva para 2019

Redação Guarulhosweb    06/01/2019 10:29

 

Para o horóscopo chinês, 2019 é o ano do Javali (Porco). Baseado no calendário lunar, com início em 5 de fevereiro, o novo ciclo marca um fechamento de 12 anos, que é simbolizado por animais. Segundo Julio Ganiko, especialista em terapias orientais, este o momento de refletir sobre os anos passados e se preparar para o novo recomeço que chega em 2020 com o ano do Rato.  
 
Para Ganiko, o animal representado neste ano pode ser interpretado de duas maneiras: o Javali é um animal selvagem, de força e liberdade. Já o Porco é um animal que fica preso às coisas e costuma permanecer confinado em regiões e lugares não muito interessantes para um ser que deseja evoluir.  
 
Neste novo ciclo, representado pelo elemento Terra, com características de nos deixar um pouco para baixo, o ideal é deixar o Porco se libertar e virar um Javali e que tenha a palavra liberdade como uma bandeira. 
 
“Seria interessante durante este ano refletir sobre tudo que aconteceu nos últimos 11 anos, que começou em 2007 e se encerra em 2019. Fazer uma reflexão de tudo que aconteceu na vida, algumas coisas que você não conseguiu encerrar o ciclo, seja na questão emocional, espiritual, material e de realizações. Seria interessante não deixar para 2020, porque começa o ciclo do Rato de Metal e tudo que você deixou para trás pode se refletir nos próximos 12 anos”, explicou.  
 
Financeiro 
Ganiko alerta para a falsa sensação de abundância financeira, que pode causar uma impressão errada e se gastar mais do que se deve. Porém, o ano pode ser promissor e trazer melhores resultados financeiros a longo prazo.  “Imagina você ter um cofrinho de porquinho com moedas de ouro, você se sente abundante por ter o cofrinho cheio e vai querer quebrar para usar em um investimento ou algo arriscado e você pode perder tudo. Tem que tomar cuidado com esta falsa abundância”, diz.  
 
Saúde 
Este ano requer ainda cuidados com as questões de saúde e bem-estar. É preciso evitar principalmente a gula e a falta de motivação para prática de exercícios físicos. Esta mudança pode causar problemas para os próximos anos.  
 
Política 
Por se tratar de um ano com ciclos se fechando, os líderes devem se movimentar para tomadas de decisões não apenas baseadas nas vontades próprias, mas também com outras influências. “Você não deve levar a fundo todas as informações se você não quer provocar mudanças na sua vida, se você realmente tiver vontade e ação para mudar, essas coisas vão acontecer. Quando eu falo dos animais, eu falo que é como se estivéssemos usando este animal para nos orientar e dar poder, como se estivéssemos montando em um animal. Este ano você pode usar a força do javali para que ele te dê poder e isso vai depender de quem doma o animal. A partir do momento que você usa essa força a seu favor, o universo conspira a seu favor, mas muitas vezes a gente que não conspira a favor dele”, encerrou.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário