Guarulhosweb
WhatsApp:(11) 9 4702.3664

EUA: sanções contra Coreia do Norte serão aliviadas se ameaça nuclear diminuir

Victor Rezende    22/02/2019 10:06

 


O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, afirmou nesta quinta-feira que Washington não irá aliviar as sanções econômicas impostas contra a Coreia do Norte até que haja confiança de que a ameaça de armas nucleares de Pyongyang tenha sido "substancialmente reduzida".

Pompeo disse esperar que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, cumpra a promessa de abandonar suas armas nucleares durante um segundo encontro com o presidente americano, Donald Trump, na próxima semana, no Vietnã.

Em entrevista à rede de TV americana NBC, Pompeo disse não querer entrar em detalhes sobre o que os dois lados estão dispostos a oferecer para avançar nas negociações. "O povo americano deve saber que temos as sanções econômicas mais duras já aplicadas contra a Coreia do Norte e não vamos liberar essa pressão até que tenhamos certeza de que reduzimos substancialmente esse risco", disse o secretário americano, acrescentando que espera que Kim e Trump deem um "passo verdadeiramente histórico" na reunião no Vietnã.

Fontes ouvidas pela Associated Press indicam que os EUA ainda não estão certos sobre se a Coreia do Norte decidiu desistir de suas armas nucleares. As fontes comentaram, ainda, que Washington e Pyongyang estão em uma negociação genuína e que levará tempo para saber exatamente o que é o compromisso total de Kim Jong-un.

As fontes, que estão familiarizadas com as negociações, também disseram que a redução do número de tropas americanas na Coreia do Sul não tem sido um tópico das conversas mais recentes. (Com informações da Associated Press).
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário