Guarulhosweb
Guarulhosweb
BradescoAdvertisement

Queda de prédio com escola na Nigéria causa 12 mortes

Redação Guarulhosweb    14/03/2019 09:04

 


Pelo menos 12 pessoas, a maioria crianças, morreram nesta quarta-feira, 13, no desabamento de um edifício residencial de três andares, onde também funcionava uma escola de educação primária, na cidade de Lagos, uma das maiores da Nigéria. Um membro das equipes de resgate disse que ao menos dez crianças se encontravam sob os escombros e acreditava-se que estivessem vivas.

As equipes resgataram mais de 50 pessoas, entre elas pelo menos 8 feridos, segundo o porta-voz da polícia, Baba Elkana. Ele não esclareceu quantos dos mortos ou resgatados eram crianças. Imagens das televisões locais mostravam o prédio de três andares desmoronado em Lagiaji, uma área densamente povoada da capital econômica da Nigéria.

Centenas de curiosos se amontoavam no local, onde, no início da tarde, uma escavadeira retirou parte dos escombros para dar início às tarefas de busca. Esperava-se que os trabalhos de resgate se prolongassem por toda a noite. As crianças resgatadas com vida foram retiradas em macas e transferidas para hospitais próximos.

Um repórter da Reuters viu um menino de 10 anos sendo puxado para fora dos escombros coberto de poeira, mas sem ferimentos visíveis. Uma multidão comemorou quando outra criança também foi retirada dos destroços.

Um vídeo da Associated Press mostrou socorristas carregando crianças aturdidas e cobertas de pó, entre gritos e aplausos. No entanto, a multidão silenciava ao ver quando crianças inertes eram carregadas nos ombros pelos socorristas nigerianos.

Rotina. O desabamento de edifícios é comum nas zonas populares de Lagos, uma das maiores cidades do mundo, com mais de 23 milhões de habitantes. O incidente mais conhecido na Nigéria ocorreu em setembro de 2014, quando 116 pessoas, incluindo 84 sul-africanos, morreram em Lagos após o colapso de um prédio de seis andares no qual um proeminente tele-evangelista, Joshua TB, estava pregando. A investigação encontrou falhas estruturais do edifício, cuja construção era ilegal.

Em 2016, um edifício de cinco andares em construção desabou no bairro Lekki, também em Lagos, e matou mais de 60 pessoas. (Com agências internacionais).
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário