Guarulhosweb
Guarulhosweb

Entidades sociais de Guarulhos ganha curso sobre gestão de voluntariado

Foto: Sidnei Barros/PMG    14/03/2019 14:17

 

O Auditório do Paço Municipal, no Bom Clima, recebeu nesta quarta-feira (13), durante todo o dia, cerca de 20 representantes de instituições sociais e órgãos públicos durante o curso sobre gestão do voluntariado. O encontro, idealizado pela Central de Voluntariado de Guarulhos (CVG), teve como objetivo auxiliar as instituições em temas como captação e orientação de voluntários, legislação, organização, perfis de voluntários, entre outros.
 
Segundo a coordenadora da CVG, Sandra Carvalho, responsável por elaborar e discutir as questões com os representantes, um dos maiores motivos pelos quais os voluntários não permanecem nas instituições é a falta de organização das mesmas. “Hoje, se o voluntário chega a uma ação social ou evento e o local não está bem organizado, com funções definidas, ele pode perder a vontade de servir àquela causa. Então é importante que as ONGs e afins tenham essa consciência, de que é preciso estrutura para atender o voluntário” afirmou.
 
Conteúdo
De forma dinâmica, Sandra abordou temas como a captação e orientação a voluntários e instituições, divulgação e apoio a ações voluntárias diversas e atenção ao voluntário. Lembrou que é imprescindível que organizações que busquem por trabalho voluntário sejam organizadas e definam funções para as pessoas dispostas a trabalhar. Sandra explicou ainda que a pessoa responsável por liderar equipes ou ações deve ter boa comunicação, criatividade, disponibilidade para ouvir, habilidade de solucionar conflitos e comprometimento com os projetos.
 
Entre os benefícios para o voluntário ela destacou o desenvolvimento pessoal e profissional; a descoberta de novas potencialidades, a participação na construção de uma sociedade mais justa e a ampliação da visão de mundo. Afirmou também que é importante buscar por voluntários que conheçam sua vocação e que escolham voluntariar em uma instituição ou causa que vá de acordo com seus valores e missão.
 
Agregando conhecimento
Márcia Mendes, coordenadora do CAPS Recriar (Centro de Atenção Psicossocial), uma das participantes do curso, disse que é muito importante que a Prefeitura ofereça este tipo de informação e formação para as instituições. “É muito relevante aprender como gerenciar e trabalhar em equipe. O voluntário está ali para compor sua equipe, então é interessante ter um panorama de como fazer para integrar as pessoas ao trabalho que está sendo realizado. Aprender a somar, a buscar os recursos, os perfis de voluntários certos. Tendo cuidado, responsabilidade e orientação. Ter a Prefeitura reconhecendo o trabalho destas pessoas é muito legal”, afirmou.
 
Márcia destacou ainda a importância dos outros temas abordados. “Foram abordados temas que eu nem imaginava, como a legislação que envolve o trabalho voluntário, por exemplo. É muito importante ter conhecimento dessa área”, disse.
 
Fábio Ogrisio, presidente da ONG Atitude do Bem, que conta atualmente com cerca de 40 voluntários e que trabalha com a ressocialização de pessoas com deficiência visual, estimulando a procura por liberdade por meio do ciclismo, disse que o curso trouxe informações muito valiosas na estruturação do processo com os voluntários. “Aprendemos o que deve ser feito desde o primeiro contato até o processo de desligamento. E a parte de legislação agregou muito conhecimento e tudo que aprendi será aplicado de imediato”, afirmou.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário