Guarulhosweb
Guarulhosweb

Uma semana depois, morte de dentista em condomínio é cercada de mistério

Katia Russões    20/03/2019 14:18

 

A morte da dentista Elaine Aparecida Gomes, de 52 anos, encontrada pelo próprio filho dentro de seu apartamento no Condomínio Alegria, na região central, no dia 13 de março, segue sem solução. O Setor de Homicídios de Guarulhos, responsável pelas investigações, mantém o caso sob sigilo. 
 
O caso agitou o dia a dia dos moradores do condomínio, onde o crime aconteceu. Nossa equipe entrou em contato com o síndico do condomínio, que não se pronunciou até o fechamento desta matéria. Moradores do local dizem que estão inseguros após a morte da dentista, uma vez que o crime ainda não foi solucionado. Segundo contam, a segurança na portaria foi reforçada para evitar a entrada de pessoas não autorizadas.
 
Há uma semana investigadores realizam diligências que possam indicar o autor do crime. Elaine foi encontrada morta dentro da própria residência, com marcas de ferimentos provocados por faca. Quem localizou a vítima foi seu filho, que mora no litoral de São Paulo, e viajou até Guarulhos para visitar a mãe na última quarta-feira, 13/03. 
 
Segundo a polícia, manchas de sangue indicam que a dentista foi arrastada pelo assassino até um dos quartos. A vítima vestia uma calça de moletom e um sutiã e foi encontrada com uma toalha no rosto embebida de sangue. Na varanda do apartamento alguns vasos tombados indicariam uma possível luta contra o criminoso. 
 
A perícia realizada no local e registros do condomínio estão entre as provas estudadas pelos investigadores.
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário