Guarulhosweb
Guarulhosweb

Vagner Love marca no fim, Corinthians vence São Paulo e conquista tri do Paulista

João Prata    21/04/2019 18:25

 


Com um gol de Vagner Love aos 44 do segundo tempo, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1 neste domingo, em Itaquera, e garantiu seu 30º título de campeão paulista. A arena alvinegra, com público recorde de 46.842 torcedores, passou boa parte da segunda etapa apreensiva, mas no finalzinho foi à loucura e comemorou o tricampeonato consecutivo.

Foi a vitória do futebol de resultado de Fábio Carille, que ajeitou a casa no início da temporada e recolocou o time alvinegro no caminho das vitórias. O treinador estava presente nas outras duas conquistas anteriores do Estadual. A última vez que o Corinthians havia conseguido tal feito foi há 80 anos. De quebra, o clube torna-se o único paulista quatro vezes tricampeão seguido - os outros foram de 1922 a 1924, de 1928 a 1930 e de 1937 a 1939 - o Santos é três vezes tri.

O São Paulo segue com seu jejum de nunca ter vencido o Corinthians na arena em Itaquera. São 11 jogos, com oito vitórias alvinegras e três empates. O time tricolor também agora amargará 15 anos sem um título paulista - o último foi em 2005. O último título da equipe foi em 2012, quando levantou o troféu da Copa Sul-Americana.

O técnico Fábio Carille optou por uma formação mais ofensiva do que no jogo de ida. Sem poder contar com Junior Urso, machucado, ele colocou Ramiro de segundo volante, Sornoza na vaga de Jadson no meio e Pedrinho aberto pela direita. No lado do São Paulo, Cuca manteve Hernanes na reserva, Jucilei substituiu Liziero e o setor ofensivo foi completado por Everton.

Com a bola rolando, as duas equipes demonstraram perfeita organização defensiva, facilitada também pelo excesso de passes errados de ambos os lados. O São Paulo segurava as jogadas dos anfitriões pelas laterais. Pedrinho e Clayson não conseguiam criar. O Corinthians congestionava sua intermediária e os visitantes não incomodavam Cássio.

O Corinthians buscava um pouco mais o ataque e abriu o placar em jogada de bola parada. Aos 31, Sornoza cobrou escanteio, Ralf desviou no meio da área e Danilo Avelar mandou para as redes. Com a vantagem no marcador, o time alvinegro foi para cima e por pouco não ampliou com Fagner. O lateral avançou pela direita, invadiu a área, cortou para o meio e bateu cruzado para grande defesa de Thiago Volpi, que mandou para escanteio.

O São Paulo pareceu sentir o gol. Nos acréscimos, no entanto, chegou ao empate após vacilo do adversário. Pedrinho arrancou pela direita, Clayson e Gustavo se atrapalharam na meia-lua e possibilitaram contra-ataque do São Paulo. Antony recebeu na direita, cortou para o meio e, de fora da área, bateu no canto esquerdo de Cássio para empatar: 1 a 1.

No segundo tempo, assim como no primeiro jogo, Cuca colocou Hernanes no lugar de Everton Felipe. O Corinthians seguia com dificuldades para chegar à linha de fundo e cruzar para a área. Com isso, passou a tentar acionar Gustavo da intermediária, facilitando a vida dos zagueiros são-paulinos.

Carille tentou corrigir o problema do ataque com Vagner Love no lugar de Pedrinho e Boselli na vaga de Gustavo. Cuca buscou acertar seu meio-campo com Léo e Willian Farias para saídas de Jucilei e Everton.

As equipes, no entanto, pareciam mais preocupadas em não levar gols. Os torcedores já estavam apreensivos nas arquibancadas à espera da decisão por pênaltis, quando Sornoza lançou da direita com perfeição para Vagner Love, que bateu de primeira para marcar um golaço. O gol do título, do tricampeonato.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 X 1 SÃO PAULO

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, Manoel, Henrique (Pedro Henrique) e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro, Pedrinho (Vagner Love) e Sornoza; Clayson e Gustagol (Boselli). Técnico: Fábio Carille.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Hudson, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Luan, Jucilei (Léo), Igor Gomes e Antony; Everton Felipe Felipe (Hernanes) e Everton (Willian Farias). Técnico: Cuca

GOLS - Danilo Avelar, aos 30, e Antony, aos 47 minutos do primeiro tempo; Vagner Love, aos 43 do segundo.

ÁRBITRO - Raphael Claus.

CARTÕES AMARELOS - Fagner, Reinaldo e Clayson.

PÚBLICO - 46.481 pagantes (46.842 ao total).

RENDA - R$ 5.014884,00.

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário