GuarulhosWeb | Na palma da sua m�o
Rodoanel Norte desapropriará até mil imóveis só em Guarulhos
   

Antônio Boaventura    09/10/2010 09:20
Melhora no trânsito da região deve valorizar imóveis na cidade

 

 

A construção do trecho Norte do Rodoanel Mário Covas, que vai ligar a rodovia Presidente Dutra, entre Guarulhos e Arujá, à zona norte de São Paulo, até a rodovia dos Bandeirantes, deve desapropriar aproximadamente mil imóveis na cidade, das 2.784 desocupações previstas nos três municípios. O governo do Estado pretende inaugurar o último dos quatro trechos da rodovia, que dá a volta completa no município de São Paulo, até 2014, antes da Copa do Mundo.

Entre as desapropriações que serão realizadas para a construção do trecho norte, está o isolamento de 26 ruas e avenidas de maior fluxo na região da Serra da Cantareira, na Capital, e em Guarulhos. Nesta região, que se caracteriza por paisagens naturais e tranquilidade, onde existem desde condomínios de alto padrão até favelas e ocupações irregulares, os moradores passarão a conviver com o aumento de ruídos, mudança na paisagem e falta de opções de acessos, conforme estudo de impacto ambiental promovido pela Secretaria Estadual dos Transportes e Dersa (Departamento de Estradas de Rodagem S/A), responsáveis pela obra.

No trecho do Parque Estadual da Cantareira (PEC) estão previstos a implantação de túneis para manter a permeabilidade da fauna terrestre na área e garantir a conexão dos dois lados da rodovia, tendo a possibilidade de ser interrompida nos locais próximos à Fazenda Santa Maria, Parque Municipal de Cabuçu e Pedreira do Reago.

No município serão interditadas 12 vias consideradas de ocupação irregular para a construção do trecho. Seis ruas estão localizadas no bairro Cabuçu e outras três distribuídas nos bairros Bananal e Jardim Petrópolis. Também está previsto a readequação na circulação viária nas proximidades do Aeroporto de Guarulhos com a rodovia Presidente Dutra.

Imóveis - Segundo o estudo de impactos ambientais, as regiões no entorno da rodovia Presidente Dutra e áreas urbanas consolidadas no Centro devem ser valorizadas por provável melhoria no trânsito local e a chegada de indústrias e empresas.

Na região dos bairros Jardim Santos Dumont e Cidade Seródio poderão ter pouco mais de 400 desapropriações para construção da alça de 4 km que terminaria na rodovia Hélio Smidt, na ligação do Rodoanel ao Aeroporto.

O empreendimento, que terá suas obras com início no próximo ano e conclusão em 2014, está orçado em R$ 5,3 bilhões com 44 quilômetros de extensão, sendo cerca de sete de túneis. As características do trecho Norte seguirão o modelo dos já inaugurados Oeste e Sul. Haverá quatro faixas de tráfego entre a avenida Raimundo Pereira Magalhães, em São Paulo, e a rodovia Fernão Dias. Daí, até a Dutra serão três faixas de tráfego da Presidente Dutra. Neste ponto, na divisa entre Guarulhos e Arujá, o trecho Norte se encontrará com o Leste - cujas obras estão em fase de licitação - que ligará a cidade até Mauá, chegando às rodovias Anchieta e Imigrantes.

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Genilson Gomes 01/03/2013 12:34

    JD Fortaleza

    Gostaria muito de saber que tipo de acesso tera para os moradores do jardim Fortaleza e para os demais bairros que foram segregados do Rodonel? Não se pode cometer a mesma injustiça que foi cometida com a Airton Senna, que passa pela cidade como se ela não existisse!

  2. hultimo gaia 23/11/2012 21:33

    sou morador do jd dos cardosos.rua 20 as moradias deveram ser proximo ao nosso bairro assim evitaria transtornos a populaçao eo valor da indenizaçao devera ser igual ao valor de uma casa aquivalente aque moramos num bairro proximo ao nosso ex pq. continental jdpalmira jd moreira ok

  3. jose 04/09/2012 10:11

    principio da dignidade humana

    Sou morador do Condominio bosque do são joão.vou ser desapropriado? mas é claro . sabe como cheguei ha essa conclusão.Pobre não tem informação tem sexto sentido.rico tem frio na barriga . pobre tem frio no anus.pergunta? eu ja posso ou não comprar o chumbinho.cdhu é ha mesma coisa mesmo to fudido.

  4. Luciana Fontes da Silva 13/08/2012 13:10

    Preoculpação, familias sem ter onde morar .

    Gostaria de saber como vai ficar as pessoas que mora proximo a Rua Tribre ( Jdº São João ), são pessoas na qual moram no local a anos e não possui documentação alguma. Elas sera beneficiadas de algum modo o que irá acontecer a todas aquelas familias!

  5. Anônimo 27/07/2012 20:28

    E quem so tem contrato compra e venda do imovel?

    E quem so tem contrato compra e venda do imovel? e nao tem a planta sera resarcido o valor do imovel ou vamos parar em um cdhu?

  6. Ed carlose 25/07/2012 20:59

    Desapropiações

    Eu sou edinho do soberana , queria saber quantas casas serão desapropiadas na rua mateus

Visualize todos os 25 comentários
 |