GuarulhosWeb | Na palma da sua m�o
Faculdade Eniac oferece cursos técnicos gratuitos pelo Pronatec

Redação Guarulhosweb    11/03/2014 16:09
A instituição está com pré-inscrições abertas até 14 de março aos interessados no programa criado pelo Governo Federal, para cursos nas áreas de Logística, Informática e Engenharia

 

 

A Faculdade Eniac está com pré-inscrições abertas para os interessados no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec),  criado pelo Governo Federal com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. A instituição oferece vagas para cursos técnicos nas áreas de Logística, Informática e Engenharia. Oferecidos gratuitamente pelo programa federal, os cursos têm duração de um ano a um ano e meio e são voltados apenas a alunos que concluíram o ensino médio.

Para efetuar a entrevista de pré-inscrição, os candidatos deverão comparecer ao Eniac até a próxima sexta-feira, dia 14 de março, 10h às 17h, e fazer o agendamento da inscrição. Após receber a confirmação de que foi aprovado, o aluno comparece ao Eniac para concluir a matrícula.

O Eniac oferece uma infraestrutura tecnológica e laboratorial de ultima geração, além de uma das mais avançadas plataformas de aprendizado online do mundo. Além disso, após a conclusão do curso, o aluno continua seus estudos na Faculdade Eniac, com condições diferenciadas e aproveitamento de competências. Mais informações sobre o Pronatec Eniac no site www.eniac.com.br/pronatec ou pelo telefone (11) 2472-5555.

Empregabilidade - Segundo o Ibope, 70% dos jovens que cursam o ensino técnico conseguem emprego no primeiro ano após a conclusão. “Através de treinamentos e capacitação desenvolvidos pela Agência de Talentos Eniac, o aluno potencializa sua carreira no mercado, tornando-se um profissional qualificado no aspecto técnico e social”, explica o professor Douglas dos Reis, também coordenador do Eniac Innovation - projeto de inclusão social e profissional do Eniac, que promove o desenvolvimento de alunos e comunidade através de ações engajadas nos problemas da sociedade e indústria.

Seja o Primeiro a comentar esta noticia