Guarulhosweb
Guarulhosweb

Nadal sofre, mas bate argentino de virada em estreia e pegará Ferrer em Barcelona

Redação Guarulhosweb    24/04/2019 13:46

 


Quatro dias depois de ter sido eliminado pelo italiano Fabio Fognini nas semifinais do Masters 1000 de Montecarlo, Rafael Nadal sofreu muito para confirmar o seu favoritismo em sua estreia no Torneio de Barcelona. Em um confronto muito equilibrado com o argentino Leonardo Mayer, que durou 2h49min, o tenista espanhol precisou buscar uma virada para vencer por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (7/9), 6/4 e 6/2, nesta quarta-feira.

Atual campeão e cabeça de chave número 1 da competição realizada no seu país em quadras de saibro, Nadal abriu campanha direito na segunda rodada e assim avançou às oitavas de final. E o seu próximo adversário será o compatriota e velho conhecido David Ferrer, ex-Top 10 de 37 anos, que participa na Catalunha do seu penúltimo desafio como profissional antes de se aposentar.

Hoje na 155ª posição do ranking da ATP, Ferrer voltou a mostrar que ainda é competitivo em piso de saibro ao arrasar o francês Lucas Pouille, 15º cabeça de chave e atual 32º tenista do mundo, com parciais de 6/3 e 6/1.

O veterano tem a sua despedida das quadras marcada para o Masters 1000 de Madri, que ocorrerá entre os dias 5 e 12 de maio, e vai reencontrar um Nadal que precisou suar muito para despachar Leonardo Mayer, atual 63º colocado da ATP, mas considerado um rival perigoso quando joga em quadras lentas como as de Barcelona.

No primeiro set do duelo desta quarta, o vice-líder do ranking mundial quebrou o saque do argentino por uma vez, mas também foi superado em uma ocasião com o serviço na mão e a disputa da parcial foi ao tie-break, na qual o jogador sul-americano foi um pouco melhor para fazer 9/7 e abrir vantagem.

No segundo set, também muito parelho, Nadal converteu, com sofrimento, apenas um dos três break points cedidos pelo rival e ainda salvou uma chance de quebra cedida ao adversário para aplicar o 6/4 que empatou o duelo. Em seguida, a parcial derradeira também começou equilibrada, mas o espanhol finalmente engrenou e foi mais eficiente ao converter os dois break points que teve e ao confirmar todos os seus saques sem oferecer oportunidades de quebra para fechar o confronto com um 6/2.

Nadal vai travar com Ferrer o 32º duelo entre os dois no circuito da ATP, sendo que o número 2 do mundo levou a melhor em 25 destes 31 confrontos, ocorridos de 2004 a 2018. No último encontro dos compatriotas, na edição passada do US Open, o favorito contou com a desistência do veterano, por lesão, no segundo set da partida que os dois fizeram pela primeira rodada do Grand Slam realizado em Nova York.

OUTROS JOGOS - Outras cinco partidas da chave de simples de Barcelona já foram encerradas nesta quarta-feira. Em uma delas, o russo Daniil Medvedev confirmou a sua condição de sétimo cabeça de chave ao bater o espanhol Albert Ramos-Viñolas por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 2/6 e 6/1, em sua estreia.

Assim, ele também avançou às oitavas de final e terá como próximo rival o norte-americano Mackenzie McDonald, que desbancou o favoritismo do francês Gilles Simon, 11º pré-classificado, com autoridade ao ganhar por 6/3 e 6/2.

Já a revelação canadense Félix Auger-Aliassim fez valer o status de 16º cabeça de chave ao bater o tunisiano Malek Jaziri por 2 sets a 0, com 6/3 e 7/6 (9/7), em outra estreia do dia. O seu próximo rival será o japonês Kei Nishikori, quarto favorito, que abriu campanha na terça-feira com triunfo sobre o norte-americano Taylor Fritz.

Outro tenista garantido nas oitavas de final é Roberto Carballés, que levou a melhor no duelo espanhol com Nicola Kuhn, batido por 2 sets a 1, de virada, com 6/7 (4/7), 6/4 e 6/2. O adversário seguinte do jogador da casa será o ganhador do duelo entre o canadense Denis Shapovalov e o chileno Christian Garin, programado para ocorrer no final da programação da chave de simples desta quarta-feira.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário