Guarulhosweb
Guarulhosweb

Família de caminhoneiro que matou a mulher não autoriza divulgação do estado de saúde

Redação Guarulhosweb    29/05/2019 12:14

 

A família do caminhoneiro Wladmir Oliveira, de 51 anos, que matou a mulher e tentou o suicídio na noite desta terça-feira, 28/05, não autorizou a divulgação do seu estado, segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde. 
 
O crime ocorreu na região do Parque Continental, próximo à Vila Rio de Janeiro. Ele é acusado de esfaquear a mulher Valdikelle Maria da Silva, de 31 anos, na frente dos filhos. O casal chegou a ser socorrido, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Municipal de Urgência (HMU).
 
Wladmir chegou em casa por volta das 21h, na rua Goiás, onde teria atacado a esposa com uma faca que encontrou na cozinha. Dentro da residência estavam os três filhos do casal, que presenciaram o crime. Após o ataque, ele teria tentado tirar a própria vida.  
 
A polícia acredita que Wladmir estaria desconfiado de uma suposta traição e queria se vingar da esposa. A polícia e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Wladmir foi encaminhado em estado grave para o Hospital Geral de Guarulhos (HGG), onde permanece sob escolta policial. Uma perícia detalhada foi realizada no local. O crime será investigado pelo 2ºDP.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 29/05/2019 13:45

    Medo

    No mínimo a família tem algo a esconder que não quer divulgar o estado de saúde do meliante.

Insira um comentário