Guarulhosweb
Guarulhosweb

Caso do "estuprador de Guarulhos" completa 4 anos com arquivamento e criminoso solto

Katia Russões    11/07/2019 11:59

 

O caso do “estuprador de Guarulhos”, que mudou a rotina de muitas mulheres da cidade completa quatro anos nesta quinta-feira, 11/07, sem que o acusado tenha sido capturado. Na época, a falta de identificação e a demora em prender o homem flagrado por câmeras de segurança arrastando uma vítima para seu carro fez muitas pessoas mudarem suas rotinas e gerou pânico.
 
O crime foi investigado pelo 9ºDP e, apesar do depoimento da vítima, das imagens de câmeras de monitoramento e suspeitos encaminhados para reconhecimento, o inquérito foi relatado e arquivado a pedido da Justiça. 
 
O arquivamento foi confirmado ao GuarulhosWeb pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. A pasta afirmou que o caso foi investigado por meio de inquérito policial, no qual foram analisadas provas que não levaram à identificação do suspeito. 
 
O crime aconteceu no dia 11 de julho de 2015, por volta das 4h50, na rua Lázaro de Almeida Campo. A vítima, uma mulher de 28 anos, saiu de casa em direção ao ponto de ônibus, quando foi abordada por um homem negro, que aparentava ter 35 anos e 1,80 metro de altura. O criminoso obrigou a vítima a entrar em um veículo modelo Chevrolet/Celta, cor prata. Ele teria dirigido até uma rua escura no bairro Parque Primavera, onde cometeu o estupro e abandonou a vítima. 
 
As imagens foram divulgadas pela imprensa, o que gerou diversas denúncias. Uma jovem, de 15 anos, atacada pelo mesmo homem, um mês antes, ajudou a polícia com o retrato falado. 
 
Apesar da divulgação e diversas detenções que acabaram sem o reconhecimento dos suspeitos, o estuprador das imagens não foi preso. 
 
Naquele ano de 2015, as delegacias de Guarulhos registraram o total de 268 casos de estupros.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário