Guarulhosweb
Guarulhosweb

Carro com 4 mortos por PMs era de estudante de direito motorista de aplicativo

Foto: Reprodução TV Globo    18/07/2019 12:36

 

Um dos quatro homens mortos na noite desta quarta-feira, 17/07, na Rodovia Presidente Dutra, após tiroteio e perseguição da ROTA, era estudante do terceiro semestre de direito em uma faculdade particular em São Paulo. O motorista tinha o carro envolvido na perseguição em seu nome e era cadastrado no aplicativo Uber, mas não realizava corridas há mais de um mês.
 
Ele se chamava Vitor Nascimento Barbosa Alves. Os outros homens mortos são Nicolas Vieira Canda, de 19 anos, Leonardo Rocha de Carvalho, de 23, e Rony Oliveira de Souza, de 20. Eles estavam em um HB20 prata, de placas FAE-3592.
 
Segundo Maria Rita Nascimento, a mãe do motorista, e que reconheceu o corpo do filho no IML de Guarulhos, na Vila Rio de Janeiro, Vitor já tinha passagem pela Fundação Casa, mas havia se regenerado há algum tempo. Ela disse que falou com o filho pela última vez por volta das 14h desta quarta, antes de sair para trabalhar como auxiliar de limpeza. Ainda segundo a mãe, o filho era amigo de infância dos outros três mortos na perseguição, que começou na Avenida Celso Garcia, na Zona Leste da capital, e terminou no km 214 da pista expressa da Dutra, no sentido RJ. Os suspeitos tinham entre 19 e 23 anos.
 
No veículo, segundo a polícia, havia um revólver calibre 12, munições no carro, celulares, colete à prova de balas e uma submetralhadora. Além da ROTA, a perseguição envolveu PMs da Rocam e do 15º BPM. Os policiais envolvidos no caso estão afastados e a Corregedoria investiga a ação.
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Comentários:

  1. Anônimo 20/07/2019 00:51

    Carro de estudante ou carro de bandido

    Querem passar como se fossem pessoas de bem, mas porque empreenderam fuga, para mim todos são todos bandidos

  2. Anônimo 19/07/2019 12:26

    parabéns

    só posso elogiar a policia militar. que nos protege no dia a dia.

  3. Anônimo 18/07/2019 19:59

    Tinha passagem pela Febem ...Era um santo , vamos pedir a canonização do jovem..Parabéns PM....

  4. Anônimo 18/07/2019 16:24

    Esta muito estranho toda essa história.

  5. Anônimo 18/07/2019 14:19

    Estudante?

    Se realmente eram estudantes, Por que empreenderam fuga e trocaram tiros?

Insira um comentário