Guarulhosweb
Guarulhosweb

Polícia divulga nome de suposto autor intelectual de roubo de ouro em Guarulhos

Redação Guarulhosweb    07/08/2019 08:29

 

 Polícia Civil de São Paulo diz que já identificou a pessoa que seria o mentor intelectual do roubo da carga de ouro no aeroporto de Guarulhos. A ordem de prisão já foi emitida, mas Francisco Teotonio da Silva Pasqualini, o homem apontado como mentor, está foragido.
 
Também está foragido o dono do estacionamento que teria sido usado para a quadrilha camuflar como veículos da polícia federal dois veículos usados no assalto. Ele seria Joselito de Souza. 
 
Além dos dois, estão detidos quatro suspeitos, entre eles dois funcionários do aeroporto, incluindo Peterson Patrício, que teve a família sequestrada um dia antes do assalto, como explicou o delegado Pedro Ivo Correa.
 
Segundo os investigadores, 14 pessoas teriam participado do crime.
 
A polícia ainda não localizou o ouro roubado, mas já sabe que a carga era maior do que os 718 quilos anunciados inicialmente, já que havia outros 51 quilos de ouro que iriam para os Emirados Árabes; 15 quilos de esmeraldas brutas, que iriam para a Índia; e 18 relógios e um colar de uma grife francesa, que estavam indo para a Suíça. Com isso, o valor da carga roubada pode superar os R$ 110 milhões.
 
Na segunda-feira (5), um chinês foi preso com uma carga ilegal de 1 quilo de ouro dividido em 10 chapas de 9 por 6 centímetros e acondicionadas dentro de aparelhos celulares.
 
A polícia não ainda não descobriu se o homem integrava a quadrilha ou se o ouro que estava com ele fazia parte da carga roubada, mas levanta a hipótese de que o ouro possa ter sido fracionado da forma como a que foi encontrada com o chinês para que pudesse sair do país.
 
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário