Guarulhosweb
Guarulhosweb

RESENHA GWEB - Cinebiografia traz o talento e a controvérsia do ícone Wilson Simonal

Denis Le Senechal Klimiuc, especial para o GuarulhosWeb    08/08/2019 16:21

 

A vida de Wilson Simonal sempre flertou com o cinema. Não que o cantor tenha sido convidado a atuar em grandes filmes, mas porque sua história é digna de um roteiro. Agora, sob a batuta de Leonardo Domingues, Simonal chega aos cinemas para mostrar um pouco mais da história deste ícone da música e da cultura brasileira.
 
Criado diante de todas as dificuldades que um homem negro poderia ter nos anos 1940, Simonal (Fabrício Boliveira) cresceu acreditando em seu sonho de ser cantor. Quando jovem, se apresentou com seu grupo diante de ninguém menos que Carlos Imperial, responsável por Roberto Carlos e Erasmo Carlos, por exemplo. Foi nesta ocasião em que recebeu o conselho de seguir carreira solo, sendo assistente do referido produtor.
 
A partir de então, o resto é história. Ele se tornou um dos músicos de maior reconhecimento de sua época, arrastando multidões aos seus shows e programas de televisão. Com vozeirão que transitava confortavelmente por diversos tons e carisma magnético, seu sucesso se estendeu por cerca de quinze anos, quando sua história cruzou com o escândalo sobre seu envolvimento em uma tortura na Ditadura Militar.
 
Tudo desmoronou e Simonal perdeu contratos, fãs e sucesso. Caiu no esquecimento por ser desacreditado tanto pela esquerda quanto pela direita da época, o que significa que ninguém mais lhe atribuía talento. E esta história, aqui, é muito bem retratada, pois há tanto a discussão política quanto o debate sobre racismo, pauta contemporânea e muito bem escrita para este filme.
 
Com o talento de Fabrício Boliveira e Isis Valverde (como Tereza, esposa de Simonal), há um equilíbrio em tela no qual a família do cantor é retratada de forma humana, sem a demagogia recorrente em cinebiografias. Por isso e por tantas outras qualidades (técnica, narrativa e temática), este Simonal merece ser conferido nos cinemas.
 
Opinião Gweb
Nota do filme (de 0 a 5): 4
Recomendado? Sim. Esta é a história de um ícone indiscutivelmente talentoso que caiu em esquecimento por seu envolvimento com a Ditadura Militar.
 
Serviço
Simonal
Ano: 2019
País: Brasil
Duração: 105 min
Direção: Leonardo Domingues
Classificação: 12 anos
 
copyright guarulhosweb

 

 

Insira seu comentário

Seja o Primeiro a comentar esta noticia

Insira um comentário