Renault Kwid se impõe como se fosse um SUV e se garante como pequeno e eficiente

Ernesto Zanon - Especial para o GuarulhosWeb - 17/03/2019 10:13

autos01 de Guarulhosweb
Não à toa o pequenino Renault Kwid figura entre os carros mais vendidos do Brasil. Compacto, prático e eficiente, entrega até mais daquilo que se espera de um veículo deste porte. Ideal para o uso urbano, pouco mais de um ano após ser lançado no Brasil, apresenta qualidades suficientes para ocupar o espaço de liderança entre os concorrentes diretos (Fiat Mobi e VW Up!). O GuarulhosWeb avaliou durante uma semana a versão Intense, a top, que sai por pouco mais de R$ 42 mil completinha. Mas tem versão bem básica por R$ 32 mil.  
 
O Kwid agrada pelo visual que se assemelha a de um SUV, porém compacto, fugindo do lugar comum do mercado, em que os modelos de entrada parecem frágeis, sem muita personalidade. O carrinho da Renault se impõe pela robustez, assemelhando-se muito com o irmão maior (esse sim um SUV) Captur. Com dimensões externas reduzidas, é ideal para a cidade, já que – apesar do motor 1.0 de três cilindros – apresenta-se ágil o suficiente para acompanhar o fluxo e se dar bem em manobras rápidas, isso graças aos 758 kg, que garante ótima relação peso/potência. De quebra, cabe em qualquer vaguinha na hora de estacionar.  
 
Por dentro, o Kwid justifica porque é um compacto. Mesmo pessoas de menor estatura ocupam o espaço disponível sem sobras, apesar dos 2.423 mm de entre-eixos. Quatro pessoas vão no limite do conforto. Porém, a posição de dirigir elevada garante ao motorista a impressão de confiança e segurança. Surpresa positiva quando se abre o porta-malas. O compartimento de bagagem acomoda 290 litros, muito interessante para um carro deste porte.  
  
Para quem não abre mão de conectividade, a versão Intense avaliada oferece como opcional, no chamado Pack Connect, o Media Nav 2.0, a intuitiva central multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas integrada ao painel que oferece GPS, ligações, Bluetooth® e câmera de ré. Vale a pena, já que o equipamento é o mesmo disponível nos modelos maiores e mais sofisiticados da marca.  
  
O motor do Kwid é o 1.0 SCe (Smart Control Efficiency) com três cilindros, 12 válvulas, duplo comando de válvulas (DOHC) e bloco em alumínio. A transmissão manual de cinco marchas SG1 garante eficiência. Abastecido com etanol, rende 70 cv de potência a 5.500 rpm e torque de 9,8 kgfm a 4.250 rpm. Com gasolina, são 66 cv a 5.500 rpm e 9,4 kgfm a 4.250 rpm. 
 
Números oficiais da Renault apontam que o Kwid faz na cidade 14,9 km/l com gasolina e 10,3 km/l com etanol. Na estrada, 15,6 km/l com gasolina e 10,8 km/l com etanol. E no uso misto, os números são 15,2 km/l com gasolina e 10,5 km/l com etanol. Durante a avaliação, em uma semana, rodando tanto na cidade como na estrada, sempre com etanol, os números ficaram um pouco abaixo, mas leve-se em consideração a utilização com três passageiros e ar condicionado acionado em boa parte dos percursos.  
 
Para auxiliar o motorista, o Kwid tem indicador de troca de marchas (GSI) no quadro de instrumentos, de série em todas em as versões, além de um indicador de estilo de condução, também no quadro de instrumentos abaixo do velocímetro, que por meio de uma barra com três cores (verde, amarelo e laranja) mostra se o motorista está tendo uma maior eficiência ou não. 
 
Na versão Intense com o Pack Connect, existe ainda os programas Eco Scoring e Eco Coaching na central multimídia Media NAV e avalia por meio de pontuação, dando sugestões para uma forma de condução mais econômica.  
 
A direção elétrica, além de facilitar as manobras, ajuda a reduzir o consumo e as emissões, já que exige menos o motor do que os sistemas hidráulicos. É item de série nas versões Zen e Intense. 
  
  
Principais itens de série:  Versão Intense + Pack Connect  
 
 - indicadores de troca de marcha e de condução. 
 - direção elétrica,  
- ar-condicionado,  
- travas e vidros dianteiros elétricos,  
- rádio com Bluetooth e entradas USB e AUX 
- retrovisores elétricos,  
- faróis de neblina cromados,  
- Media NAV 2.0 com câmera de ré,  
- abertura elétrica do porta-malas,  
- rodas Flexwheel  
- chave dobrável 
- diferentes detalhes de acabamento externo e interno. 
 
 
 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Com visual renovado, Renault Sandero Zen 1.6 é boa opção entre os compactos

A Renault, que se consolida como um dos quatro maiores fabricantes presentes no país, desbancando de forma consistente a Ford, segue...

09/11/2019 15:53
Chevrolet Trailblazer Premier, um verdadeiro monstro de alto luxo e conforto

Um verdadeiro monstro (no bom sentido). Assim pode ser definido o Chevrolet Trailblazer que, na linha 2020, passa a ser oferecido apenas na...

03/11/2019 10:55
Fiat Strada Hard Working, a picape pequena feita para o trabalho resiste ao tempo

No mercado há 20 anos, a picape pequena Fiat Strada sobrevive como líder em um segmento que perde espaço para as médias,...

20/10/2019 11:35

Últimas Notícias

Policial

Prefeitura e forças policiais promovem Operação Guarulhos Mais Segura

Com o objetivo de integrar as forças de segurança da cidade, a Prefeitura de Guarulhos, por meio das secretarias de Assuntos para...

13/11/2019 20:41

Policial

Polícia prende suspeito por tráfico de drogas na Vila São Rafael

A Polícia Militar prendeu o suspeito F. O. S, nesta quarta-feira, 13/11, durante uma operação na Vila São Rafael, em...

13/11/2019 19:21

Cidades

Guarulhos sedia evento estadual para discutir tuberculose e HIV

Foi realizada na manhã desta quarta-feira, 13/11, no Adamastor Centro uma roda viva para discutir as coinfecções por tuberculose...

13/11/2019 18:07