Insper: parece retorno a governo Dilma com soluções criativas para fechar contas

Fernanda Guimarães - 11/09/2019 14:11


As notícias de que o governo poderá receber dividendos de estatais de forma antecipada revelam a dificuldade que o Brasil tem de enfrentar os problemas fiscais e, por isso, a equipe econômica acaba adotando "soluções criativas" que mais parecem "governo Dilma (Rousseff)", avalia o economista Marcos Lisboa, presidente do Insper. "Diante da falta de recursos, começam a se propagar na imprensa notícias sobre o pagamento de dividendos antecipados. Parece que voltamos ao tempo do governo Dilma, com soluções criativas para se fechar a conta", disse, em evento no auditório do Insper.

Lisboa também criticou a ideia do retorno de um imposto sobre a movimentação financeira e comparou essa medida às adotadas na Venezuela.

Para Lisboa, o Brasil não consegue enfrentar problemas estruturais e já começa a ter uma "agenda atrapalhada" com "soluções criativas para problemas difíceis". "Não conseguimos privatizar ativos públicos e temos um problema inacreditavelmente grande com a incapacidade do poder público brasileiro de fazer projetos executivos bem feitos", comentou, ao abrir o evento realizado em parceria com a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre os efeitos de inovações sobre o mercado de capitais e financeiro.

Lisboa não disse sobre qual notícia se referia, mas indicações recentes apontam para possível antecipação de dividendos por bancos públicos.

O economista criticou também a possibilidade do retorno do imposto sobre pagamentos, que vem sendo comparado à antiga Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF). "É incrível o setor privado defender esse imposto. O único lugar onde esse imposto é relevante, no mundo, com uma alíquota de 2%, é na Venezuela", disse. "É preciso acertar essa trapalhada de discussão tributária, inacreditavelmente superficial que temos no Brasil. Será que ninguém conhece a evidência empírica de tantos anos, que mostram o desastre que foi o CPMF e suas variações na América Latina nos últimos 20 anos?".

Incapacidade

Lisboa comentou ainda que não existem hoje no Brasil investimentos em obras "greenfield" (novos projetos), dada a insegurança que ainda existe no País diante de um setor público "incapaz de desenhar projetos". "Sem aumentar a infraestrutura não haverá crescimento", diz.

O economista disse que hoje há agentes que defendem a liberação do teto dos gastos para direcionar recursos para investimentos, mas que, isso, segundo ele, vem de quem desconhece os fatos. "Seria bom que os estúpidos conhecessem os fatos. De cada 100 obras paradas no Brasil, mais de 50% é por conta de projetos mal feitos", disse.

Ele comentou também que menos de 9% das obras paradas no Brasil são causadas por conta de falta de recursos. "Em muitos casos, é por contrato mal desenhado. A empresa constrói uma parte de desiste do resto", completou. Lisboa acredita que o poder Executivo não tem atualmente qualidade técnica para elaborar tais projetos. "(Essa capacidade) se perdeu há mais de 20 anos", comentou, dizendo que é preciso também mudar a lei da licitações para poder haver a contratação de empresas preparadas para o fornecimento de tais serviços. "A lei de licitações não funciona quando envolve qualidade técnica", disse.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Agricultura: Brasil autoriza importação de uva e alho do Egito

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, informou hoje que, após o Brasil ter conseguido, ontem (14), a abertura do mercado do Egito para produtos...

15/09/2019 11:13
Yang Wanming: O objetivo de Washington é usar bullying e pressão

A China não quer a guerra comercial com os Estados Unidos, mas tampouco a teme. Na verdade, segundo Yang Wanming, embaixador da China no Brasil, a...

15/09/2019 08:43
Afinal, o que a Amazon quer no país?

Em sete anos no País, a Amazon vem fazendo uma expansão sem pressa. Começou com livros digitais, chegou aos físicos, abriu novas categorias e um centro...

15/09/2019 08:35
Bikeboys rodam 12 horas por dia e 7 dias por semana para ganhar R$ 936

Samuel Marques sai às 9h do Capão Redondo para chegar ao trabalho, na Vila Olímpia, por volta das 10h. Vai de bicicleta, com uma caixa térmica de 45...

15/09/2019 08:28

Últimas Notícias

Carro Express

Renault Kwid Outsider, a versão top do subcompacto que mais vende

Não é à toa que o Renault Kwid vem sendo o preferido dos consumidores que buscam um carro pequeno, com vocação...

15/09/2019 18:04

Esportes

Guarulhos sofre virada em casa e precisa vencer em São José para avançar na 4ª Divisão

O Guarulhos se complicou na 4ª Divisão do Campeonato Paulista, ao perder, de virada, para o Fernandópolis por 2 a 1, no...

15/09/2019 13:14

Cidades

Carro capota e fica destruído no Jardim Vila Galvão

O GuarulhosWeb recebeu imagens de um carro capotado e bem avariado na esquina das Ruas Diogo Botelho com a Princesa Izabel, no Jardim Vila...

15/09/2019 12:17

Policial

Motorista embriagado tenta fugir, mas é pego pela polícia na Rodovia Ayrton Senna

Um motorista que dirigia pela Rodovia Ayrton Senna, altura do KM 28, 5, em Guarulhos, na noite deste sábado, 14/09, por volta das 20h20,...

15/09/2019 10:58