Anistia de juros e multas é aprovada por contribuintes

por Guarulhosweb - 20/09/2019 14:07

econo01 de Guarulhosweb
Os munícipes já estão aproveitando os diversos descontos do Programa de Parcelamento Incentivado (PPI) em juros e multas de dívidas ativas com o município e o Saae vencidas até o fim de 2018. A primeira fase do projeto, que se encerra no próximo dia 22 de novembro, propõe a redução dos acréscimos em até 100%. Para obter o benefício, basta comparecer a uma unidade da Central de Atendimento ao Cidadão - Fácil.
 
A aposentada Leonice Romão dos Reis, 69 anos, elogiou o projeto e o atendimento oferecido durante a negociação de sua dívida. "Fui muito bem atendida, não esperava tanto. É uma grande ajuda, conseguimos organizar as pendências financeiras que temos na vida. Foi muito bom, fui chamada rapidamente e a atendente foi muito gentil, educada e paciente. Se tratando de pessoas de idade, o que mais precisamos é de paciência. Recomendo muito, quem puder vir, venha", convidou.
 
O programa tranquilizou Ana Chaves Bitencourt, 54 anos, que chegou cedo ao Fácil Bom Clima para tirar suas dúvidas. "É muito bom, já ajuda muito. Quando fiquei sabendo, pensei em vir logo e cheguei aqui bem cedo. Era uma dívida muito atrasada e que me atormentava muito, porque é muito difícil tirar de nosso orçamento, então esse desconto é uma atitude maravilhosa", explicou.
 
O munícipe Jorge Abdul Khalek conseguiu o desconto de 20% e um parcelamento pra auxiliá-lo no pagamento. "Eu aproveitei, recebi uma mensagem falando sobre o projeto e vim para cá. Moro há 30 anos na residência que estou atualmente, ninguém quer perder seu imóvel. Quem precisa tem que correr pra cá antes que o acordo acabe".
 
Primeira fase
A redução dos juros e multas é definida pela quantidade de parcelas negociadas com o contribuinte em três períodos. A próxima etapa, que vai até 20 de dezembro, possibilita até 90% de desconto, e a última, que se encerra em 31 de janeiro, prevê economia de até 80%. O projeto também prevê o parcelamento dos honorários advocatícios no mesmo número de parcelas dos débitos.
 
Pessoas físicas devem levar RG e CPF, número de cliente do Saae (presente no boleto) ou número do IPTU. Caso não seja proprietário, deve apresentar um documento do imóvel, como a escritura. Já pessoas jurídicas devem comparecer com CNPJ, contrato ou procuração legal.
 
 

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Bolsonaro: reforma administrativa deve ser menos difícil que a tributária

Passada a reforma da Previdência, o presidente Jair Bolsonaro considera que o próximo passo deverá ser a reforma administrativa. Para ele, a proposta...

22/10/2019 22:01
Com risco de alteração, Senado adia conclusão da reforma para quarta-feira

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), cancelou a votação de duas tentativas de alteração na reforma da Previdência, adiando a conclusão da...

22/10/2019 20:53
Reforma de Bolsonaro só não teve aprovação mais rápida que a de Lula

A reforma do governo Bolsonaro demorou 244 dias para ser aprovada pelo Congresso e só não foi mais rápida que a mudança proposta pelo ex-presidente...

22/10/2019 20:48

Últimas Notícias

Política

Vereadores querem interditar Aeroporto de Guarulhos por falta de AVCB

Nesta terça-feira, 22/10, a Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal de Guarulhos obteve a...

22/10/2019 21:42

Cidades

Saúde promove o 5º Simpósio de Infecção Relacionada à Assistência

Cerca de 100 pessoas participaram nesta terça-feira, 22/10, do 5º Simpósio de Infecção Relacionada à...

22/10/2019 18:41

Educação

Iniciativa do MEC visa a criação de um banco de dados nacional dos estudantes

Nesta segunda-feira, 21/11, o Ministério da Educação (MEC) anunciou a criação do Sistema Educacional Brasileiro...

22/10/2019 18:03