Por enquanto, tudo bem; não tem crise, diz Bolsonaro sobre PSL

Mariana Haubert e Lígia Formenti - 09/10/2019 20:38


O presidente Jair Bolsonaro reduziu o tom em relação ao PSL no início da noite desta quarta-feira, 9. Após agravar a celeuma com a cúpula do partido ao dizer a um simpatizante para que esquecesse da sigla, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta noite que "por enquanto, está tudo bem" e que não há crise com a legenda pelo qual ele se elegeu no ano passado.

"Por enquanto, tudo bem. Não tem crise. Briga de marido e mulher, de vez em quando acontece. ... Não tem crise, não tem o que alimentar. Não tem confusão nenhuma", disse ao deixar o Palácio do Planalto nesta noite por uma das saídas de funcionários e visitantes próxima ao comitê de imprensa. Normalmente, o presidente utiliza uma saída privativa.

Logo em seguida, o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, afirmou que o presidente "não pretende deixar o PSL de livre e espontânea vontade". "Qualquer decisão desse partido seria unilateral", disse.

Rêgo Barros também disse que o presidente quer que o PSL seja "um diferencial na política" e que tenha "firmeza na defesa das bandeiras de campanha". "O que ele deseja do partido é que ele seja uma referência nacional no âmbito da política nacional", disse.

Bolsonaro afirmou ainda que a insatisfação de uma parte da bancada com a direção do PSL, principalmente com o presidente da sigla, deputado Luciano Bivar (PE), não é um problema seu. "O pessoal quer um partido diferente, atuante. Este partido está estagnado", afirmou.

O presidente ainda afirmou que a sua declaração a um apoiador que se apresentou como pré-candidato pelo PSL no Recife para que esquecesse a legenda foi um alerta de que a fala do rapaz poderia configurar campanha eleitoral antecipada.

"Falei para o garoto: Esquece o PSL. Por que? Ele é pré-candidato a vereador, se começar a falar em partido é campanha antecipada, isso que eu falei para ele", explicou.

Ao abordar Bolsonaro na porta do Palácio da Alvorada nesta terça-feira, o rapaz gravou um vídeo ao lado do presidente dizendo: "eu, Bolsonaro e Bivar, juntos por um novo Recife". Bolsonaro, então, pediu para que ele não divulgasse a gravação. "Oh, cara, não divulga isso não. O cara (Bivar) está queimado para caramba lá. Vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara, esquece o partido", disse.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Prefeitura de Votuporanga demite educadora de creche suspeita de dopar crianças

A prefeitura de Votuporanga, no interior de São Paulo, demitiu uma educadora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Valter Peresi sob...

23/10/2019 17:14
Serra concede vista coletiva para relatório sobre Coaf e encerra audiência

A audiência pública sobre a Medida Provisória 893, que cria o "novo Coaf", transformou-se em um embate entre o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP)...

23/10/2019 16:53
Relator da Lava Jato no STF, Fachin vota a favor de prisão em 2ª instância

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, votou nesta quarta-feira, 23, a favor da possibilidade de...

23/10/2019 16:44

Últimas Notícias

Economia

Prefeitura alerta população sobre cuidados na compra de imóveis

Muita gente tem dúvidas na hora de comprar um imóvel sobre quais documentos solicitar e onde procurar informações. Afinal,...

23/10/2019 18:02

Cidades

Alunos da EPG Graciliano Ramos encenam adaptação de obra infantil

O teatro do CEU Ponte Alta recebeu no último domingo, 20/10, a apresentação teatral “Quem tem medo do medo?”, do...

23/10/2019 17:38

Cidades

Prefeitura prepara cemitérios municipais para o Dia de Finados

Nesta semana, os quatro cemitérios municipais de Guarulhos tiveram as obras de zeladoria (roçagem, capina, pintura de guias e poda de...

23/10/2019 17:18