Nervoso e sem criatividade, Corvo perde em casa e fica distante do acesso à Terceira Divisão

Vinícius Bacelar - 13/10/2019 12:02

espor01 de Guarulhosweb
O Flamengo mostrou nervosíssimo, não criou oportunidades e perdeu por 2 a 0 para o Paulista, no Estádio Antônio Soares de Oliveira, na manhã deste domingo, 13/10, pelo primeiro jogo da semifinal da Quarta Divisão do Campeonato Paulista. Os gols foram marcados por Carlinhos e Edinan, um em cada tempo. A partida foi acompanhada por 2.350 torcedores e a renda foi de R$ 17.250.
 
Agora, o Corvo precisa de um milagre no próximo sábado, 19/10, a partir das 16h, no Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. Para avançar à final e garantir o acesso à Terceira Divisão, o Rubro-Negro guarulhense necessita vencer o adversário por três gols de diferença, sem os titulares Matheus e Thomas, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. 
 
O JOGO
O Flamengo começou melhor a partida, com mais posse de bola e tomando a iniciativa. Porém, aos 4 minutos, após um cruzamento da esquerda, o meia Carlinhos, livre de marcação na área, bateu de primeira e, com muita categoria, encobriu o goleiro flamenguista Zé Carlos. Paulista 1 a 0. 
 
Após sofrer o gol, o Corvo continuou com o controle da bola, porém tinha dificuldades para agredir a equipe de Jundiaí, que chegou com perigo mais uma vez, pelo meio da defesa rubro-negra. O lateral esquerdo João Victor fechou na marcação e evitou a conclusão de Edinan. 
 
O time guarulhense respondeu em uma descida rápida aos 24 minutos, com Piauí, que ganhou na velocidade e bateu forte de direita, mas a bola saiu por cima da meta dos visitantes. 
 
Três minutos depois, um lance perigoso: o lateral esquerdo Yan, do Galo de Jundiaí, recebeu um lançamento longo na área, dividiu com Thomas e caiu. A torcida do Paulista, presente em bom número no Estádio Antônio Soares de Oliveira, pediu pênalti. O árbitro, no entanto, nada assinalou. 
 
A partida ficou muito truncada, sem que ambas as equipes criassem muitas chances de gol até o fim do primeiro tempo. Por estar atrás do placar, em casa, o Flamengo mostrava mais nervosíssimo do que o adversário. 
 
Porém, no fim da etapa final, Bruno Freitas assustou em um arremate da entrada da área, desviado pelo zagueiro João Paulo. Na sequência, Thomas foi acionado pela direita, recebeu o contato de Yan e caiu na área. Os torcedores flamenguistas pediram pênalti, porém, mais uma vez, o árbitro mandou o jogo seguir. Já nos acréscimos do primeiro tempo, ainda deu tempo de João Victor cobrar uma falta com perigo, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora. 
 
A etapa complementar começou da mesma maneira. O Galo de Jundiaí, mais tranquilo, deixava a bola com o Corvo, que não sabia muito como furar a defesa rival. Numa descida de Yan, Matheus fez a falta no lateral do Paulista, recebeu o amarelo e, como foi o terceiro, não estará na partida de volta no Estádio Jayme Cintra. 
 
Na tentativa de mudar o panorama do jogo, o técnico flamenguista João Batista trocou João Paulo e Piauí por Gustavo Oliveira e Vitinho, respectivamente. Alguns torcedores chamaram o treinador de burro. Logo no primeiro lance, Gustavo Oliveira cobrou uma falta da intermediária e o goleiro Victor Stangari defendeu tranquilamente. 
 
Aos 21 minutos, João Victor tentou um cruzamento, que acabou se tornando um chute perigosíssimo. A bola carimbou a trave do Paulista e o Corvo quase empatou o duelo. Na sequência, Zé Carlos saiu jogando errado, o Galo recuperou e Edinan teve uma grande oportunidade de ampliar a vantagem dos visitantes. No entanto, ele enfeitou demais e a zaga rubro-negra se recuperou. Mas aos 30 minutos, ele não perdoou. Após uma trama pela esquerda, o centroavante bateu seco, na grande área, sem chances para Zé Carlos: Paulista 2 a 0. 
 
João Batista, imediatamente após o gol do Galo, tirou o zagueiro Gustavo e colocou Nailton. Porém, quem quase marcou foi o Paulista. Nenê acionou Gabriel Terra, que, cara a cara, chutou em cima do goleiro Zé Carlos. Nos acréscimos, em mais um duelo entre Terra e Zé Carlos, o goleiro rubro-negro levou a melhor.  O Flamengo tentou até o fim, mas, sem criatividade, foi presa fácil para a equipe de Jundiaí, que está com um pé na Série A3 de 2020. A torcida visitante ainda gritou "olé" no fim da partida.
 

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Seleção feminina de basquete bate Colômbia e fica perto de vaga no Pré-Olímpico

Com muita facilidade, a seleção brasileira feminina de basquete conseguiu neste sábado a sua primeira vitória no Pré-Olímpico das Américas ao derrotar...

16/11/2019 21:59
No Maracanã, Fluminense leva empate do Atlético-MG no final e segue pressionado

O Fluminense esteve perto de dar um importante passo na luta contra o rebaixamento à Série B neste sábado, mas não conseguiu segurar a vantagem no jogo...

16/11/2019 21:09
Thiem bate Zverev sem sets diretos e passa à final do ATP Finals contra Tsitsipas

O ATP Finals, torneio em Londres que reúne os melhores tenistas da temporada de 2019, terá um campeão inédito. Neste sábado, o austríaco Dominic Thiem,...

16/11/2019 20:17

Últimas Notícias

Policial

GCMs são presos sob suspeita de matar jovem após briga em bar no Paraventi

Um jovem de 23 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira, 15, após um desentendimento com seguranças de uma casa noturna, no...

16/11/2019 16:12

Economia

Operação em Guarulhos ajuda Sabesp a dobrar lucro no 3º trimestre na comparação anual

Segundo reportagem publicada pela revista Exame, o lucro da Sabesp mais que dobrou no terceiro trimestre deste ano em comparação com o...

16/11/2019 09:27

Esportes

Ginástica rítmica encerra sua participação com duas medalhas

Nesta sexta-feira, 15/11, a ginasta Isabella Harumi garantiu o bronze na disputa das mãos livres e encerrou a participação da...

15/11/2019 20:30