Ex-embaixadora detalha esforços para retirá-la do cargo, em audiência nos EUA

por Guarulhosweb - 15/11/2019 12:58


Ex-embaixadora americana na Ucrânia, Marie Yovanovitch testemunha nesta sexta-feira sobre uma campanha contra ela conduzida por Rudy Juliani, advogado do presidente Donald Trump, na segunda audiência pública sobre o impeachment do líder na Câmara dos Representantes. Yovanovitch disse que sua demissão ocorreu a mando do presidente, meses após reclamações de Giuliani e de outros de que o trabalho dela estaria minando a posição de Trump no exterior e obstruindo esforços para persuadir Kiev a investigar o ex-vice-presidente Joe Biden, como antes reportado pelo Wall Street Journal.

"Eu fiquei desapontada que a liderança do Departamento de Estado e outros recusaram-se a admitir que os ataques contra mim e outros estavam perigosamente errados", afirmou Yovanovitch em suas declarações iniciais. Ponto por ponto, ela contestou alegações de Giuliani e de outros contra ela. "Conforme profissionais do serviço diplomático têm sido difamados e minados, a instituição também tem sido degradada. Isso em breve causará sério prejuízo, se já não estiver causando", alertou.

Yovanovitch foi convocada a Washington no fim de abril, três meses antes do que seria um costumeiro mandato de três anos na diplomacia americana. Nesta semana, mais oito testemunhas falaram na sessão aberta da Câmara, inclusive o embaixador para a União Europeia Gordon Sondland, cujo telefonema em julho com o presidente sobre investigações foi um importante foco da audiência na quarta-feira.

A oposição democrata diz que a retirada de Yovanovitch abriria espaço para Giuliani e outros aliados do presidente pressionarem a Ucrânia a investigar Biden e sua família, o que poderia trazer benefícios políticos para Trump. Biden é pré-candidato à presidência em 2020 pelo Partido Democrata. Fonte: Dow Jones Newswires.

Seja o primeiro a comentar esta notícia.


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

EUA e Irã entram em acordo para troca de prisioneiros

Os governos dos Estados Unidos e do Irã entraram em acordo neste sábado para uma troca de prisioneiros que levou a libertação do pesquisador...

07/12/2019 11:57
Negociações com EUA e Canadá prosseguem em Washington, diz Seade

O subsecretário de Relações Exteriores do México para a América do Norte, Jesús Seade, afirmou na noite de ontem que um novo acordo comercial com os...

07/12/2019 10:10
China/PBOC: Reservas internacionais tem queda de US$ 9,6 bi em novembro

As reservas internacionais da China caíram mais que o esperado em novembro, resultado de um dólar mais forte em relação ao yuan, segundo dados...

07/12/2019 08:41

Últimas Notícias

Cidades

Empresário destaca recente evolução da cidade e sinergia com a academia

É impossível falar sobre ensino voltado à inovação e tecnologia em Guarulhos sem citar o Colégio e Centro...

07/12/2019 17:15

Cidades

Família procura por jovem de 16 anos desaparecida na Vila Silveira

A estudante Giovanna Sousa Gomes, de 16 anos, está desparecida desde a manhã desta sexta-feira, 06/12, quando foi ao Colégio...

07/12/2019 13:45

Cidades

Carro capota após colisão na Dutra e duas pessoas ficam feridas

Um motorista que conduzia um Celta na Rodovia Presidente Dutra, KM 214, em Guarulhos, sentido Rio de Janeiro, perdeu o controle e colidiu com um Uno,...

07/12/2019 12:33