Médicos atendem de 5 a 6 pacientes por hora em convênios e clínicas particulares em Guarulhos

por Guarulhosweb - 28/11/2019 18:55

cidad01 de Guarulhosweb
A chegada do aplicativo da saúde em Guarulhos levou a uma otimização dos atendimentos na rede municipal. Com a ferramenta, o absenteísmo (vagas que surgiam quando um paciente que marcava consulta não comparecia à unidade de saúde) foi eliminado, já que o sistema automaticamente ocupa a vaga com outro paciente que está aguardando. Isso elevou os atendimentos à população, o que gerou insatisfação do Simesp (Sindicato dos Médicos do Estado de São Paulo), que decretou greve da categoria a partir da próxima semana.
 
O sindicato reivindica atender menos pacientes por hora. Meses atrás, chegou a dizer que atendia 8 pessoas a cada 60 minutos, o que foi negado pela Prefeitura de Guarulhos. Nesta quinta-feira, 28/11, o GuarulhosWeb esteve no Hospital da Unimed, na região central, e verificou, por amostragem, que pelo menos dois consultórios médicos do local atenderam 5 pacientes em um período de meia hora.
 
A reportagem também ouviu o diretor de uma clínica particular que conta com 10 médicos contratados e que recebem por produção. Ele revelou que alguns destes profissionais também prestam serviços para a Prefeitura de Guarulhos. No serviço particular, como recebem pelo número de pacientes atendidos, realizam de seis a oito consultas por hora. No entanto, revelou que alguns profissionais têm hoje menor disponibilidade para atender no serviço particular.  
 
“Acredito que a partir do momento que a atual administração municipal passou a exigir que os médicos cumprissem a carga horária eles passaram a ter menos tempo para fazer bico na minha clínica”, afirmou. Segundo contou, antes os médicos permaneciam no atendimento particular um tempo bem maior.  “Até uns dois ou três anos atrás, sobravam médicos aqui. Como o prefeito passou a exigir o cumprimento do horário, temos até dificuldade para contratar os profissionais que precisamos”, revelou.
 
Três médicos ouvidos pelo GuarulhosWeb nesta quinta-feira, dois numa UBS e um em um centro de especialidade, disseram que não sabiam de qualquer assembleia da categoria convocada pelo Simesp. “Mesmo se eu soubesse, não iria. Esse sindicato defende quem não quer trabalhar, o que não é meu caso. Fora que tem interesses partidários”, disse um deles. Outro garantiu que não vai aderir à greve, que considera política. “Sabe porque não paravam quando o prefeito era do PT? Porque naquele tempo ninguém exigia nada dos médicos”, citou. O terceiro preferiu não se manifestar. Apenas disse que não irá participar da greve.
 
Eder Gatti está em seu segundo mandato como presidente do Simesp. Reelegeu-se em 2017 pela Chapa 1, ligada à CUT, braço sindical do PT. Coincidentemente, em seu primeiro mandato no Simesp, durante a administração do PT na gestão municipal, não promoveu qualquer movimento parecido em Guarulhos.
 


Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Luciana Bastos - 29/11/2019 00:16
Não é bem assim

Então .... o problema dos médicos de família é que eles não tem retaguarda de especialistas para encaminhar . Eles atendem o paciente integralmente , com todas as queixas e seguram TUDO. No convenio, cada um faz sua parte e encaminha as demais queixas aos especialistas da competência


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também

Programa Desperte seu Olhar Inclusivo capacitou 2,4 mil pessoas em 2019

O projeto Desperte seu Olhar Inclusivo, que tem o objetivo de capacitar as empresas do município a atender pessoas...

13/12/2019 18:50
Idosos recebem homenagem da Prefeitura de Guarulhos

Mais de 150 idosos foram homenageados pela Secretaria de Direitos Humanos (SDH) de Guarulhos...

13/12/2019 18:30
Delegação chinesa visita Secretaria de Meio Ambiente

A Secretaria de Meio Ambiente de Guarulhos (Sema) recebeu na manhã desta sexta-feira, 13/12...

13/12/2019 18:00

Últimas Notícias

Notícias Gerais

Mega-Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 36 milhões

Ninguém acertou as seis dezenas do Concurso 2.216 da Mega-Sena sorteadas ontem (14), no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo. O...

15/12/2019 08:15

Policial

Bombeiro de Guarulhos é acusado de matar homem em briga de trânsito

Gregory Rodrigues é soldado da Polícia Militar, lotado no 5º Grupamento de Bombeiros, de Guarulhos, é acusado de matar um...

15/12/2019 07:33

Cidades

Baile do Vermelho e Branco agita o CCI Santa Mena

A agitação tomou conta do Centro de Convivência do Idoso (CCI) Santa Mena nesta sexta-feira, 13/12,...

13/12/2019 19:15