Administrador de Memórias Paulistanas responde a colunista do GuarulhosWeb

por Guarulhosweb - 21/02/2015 16:27

O jornalista Pedro Nastri assumiu ontem, numa postagem no Memórias Paulistanas,a responsabilidade pelo episódio ocorrido com o jornalista-pesquisador Oswaldo Coimbra, responsável, há oito anos, pela coluna Mundo das Palavras neste site, depois que o Guarulhosweb divulgou a notícia de que o colaborador prepara neste fim-de-semana  uma queixa-crime por injúrias contra membros daquele espaço do Facebook, com a intenção de enviar cópias dela para o Sindicato dos Jornalistas de São Paulo e para Safer-Net Brasil,  uma associação dedicada à defesa dos direitos humanos na net..”Eu assumo toda a responsabilidade”, escreveu Pedro. Acrescentando ainda o seguinte comentário: “Este senhor tem idade avançada, mas agiu feito uma criança mimada, que lhe tiraram o doce da boca”.
 
Há alguns dias, Coimbra - que se especializou em pesquisas sobre a memória da cultura brasileira -, vinha postando no Memórias Paulistanas matérias sobre a prostituição na Belle Époque de São Paulo, embasado na produção acadêmica da doutora Margareth Rego, até que o material que produzia para passou a ser removido pela administração daquele espaço do Facebook, e ele se insurgiu contra as remoções considerando-as censura a seu trabalho. E, em seguida,se desvinculou daquele grupo.. O ápice dos desentendimentos ocorreu quando o jornalista-pesquisador postou - e foi logo removido - um texto sobre Cicciolina, numa tentativa deatualização do assunto que vinha abordando. Logo após esta remoção, quatro membros do MP endossaram a medida punitiva postando ironias sobre a idade sexagenária, a naturalidade amazônica, a ascendência portuguesa e um suposto desequilíbrio mental de Coimbra.
 
Por duas vezes, Pedro Nastri, antes daquela manifestação, já havia reagido à matéria do Guarulhosweb.  Na primeira vez, ele escreveu: “O fato é que o membro Oswaldo Coimbra não apenas se retirou mas tenta macular a imagem de um grupo composto por mais de 46 mil membros, inclusive o administrador. Até então, diante das discussões sempre me portei como comentou Sandra Silva:’O administrador da página é muito imparcial, não se envolve em discussões e, quando julga que algo pode gerar constrangimento, ele sabiamente deleta’. Este senhor apenas tentou utilizar este grupo para divulgar suas teses e livros. Afirmo: ele pediu para entrar. Assim como entrou, saísse”.
 
Antes, em outra postagem, Pedro afirmou: “Pessoal, li a matéria publicada no site Guarulhos Web e fiquei muito chateado. É bom lembrar que foi este senhor quem pediu sua inclusão no grupo, portanto, estava ciente das regras. Denunciar no Sindicato dos Jornalistas? Faça isso! Também sou sindicalizado e não vejo onde o sindicato poderia interferir. Talvez ele queira levar o casoà FENAJ, onde também sou filiado. A solução: Idem. SaferNet Brasil? Ai sim o bicho pega. Pode ser um tiro no pé deste senhor. Para quem não conhece, a SaferNet Brasil é uma associação civil de direito privado, com atuação nacional, sem fins lucrativos ou econômicos, sem vinculação político partidária, religiosa ou racial. A organização surgiu para materializar ações concebidas ao longo de 2004 e2005, quando os fundadores desenvolveram pesquisas e projetos sociais voltados para o combate à pornografia infantil na Internet brasileira. Hoje, trabalham com a promoção dos direitos humanos na Internet. Seu ideal é transformar a Internet em um ambiente ético e responsável, que permita às crianças, jovens e adultos criarem, desenvolverem eampliarem relações sociais, conhecimentos e exercerem a plena cidadania com segurança e tranquilidade. Como disse Daumir Silva, o ônus da prova é de quem acusa. E digo mais, vou pleitear nosso direito de resposta no mesmo veículo, e com o mesmo destaque e tamanho desta matéria absurda. O post que o senhor OswaldoCoimbra melindrou-se tratava-se de Elena Anna Staller, mais conhecida como Cicciolina, uma húngara, que mais tarde radicou-se na Itália onde, em 87, foi eleita para o parlamento italiano. Uma representante nata da cidade de São Paulo”, concluiu ele também com ironia. 
 
 
 


Todos os comentários e opiniões expressas são de inteira responsabilidade dos autores.

Lygia Costa - 15/03/2015 23:25
Imparcialidade jornalística é uma questão de ética profissional

Onde está a imparcialidade ao divulgar o direito de resposta do jornalista Pedro Nastri? Nota-se, claramente, que este jornal despeja bons adjetivos somente a seu colaborador, chamando de "irônico", por exemplo, somente o outro componente da história. Apurem os fatos! Repito: imparcialidade, cadê?

Pedro Nastri - 23/02/2015 21:16
Direito de resposta

Depois de ter meu nome veiculado exaustivamente neste site, sem ao menos checar os dois lados, como bem manda os melhores manuais de redação, espero ter o direito de resposta com a mesma exposição e laudas que o vosso colunista teve ao macular nossa imagem. Lembro:"O ônus da prova cabe a quem acusa"

Mary nogueira - 21/02/2015 19:13

Os membros do Grupo são pessoas capacitadas a nos prestarem informes concernentes às Memórias Paulistanas.
Julgo dispensável as publicações do Sr, Oswaldo Coimbra.
Agradeço a louvável atuação e eficiente intercessão do Senhor Pedro Nastri.
Com cordial amizade


Participe! comente esta notícia
informe o seu nome.
@
por favor um e-mail válido
T

Veja Também


Últimas Notícias

Policial

Dupla é presa em flagrante na Vila Any por furtar moto em Itaquá

Policiais da 4ª Cia do 1º Batalhão do Policiamento Rodoviário em Guarulhos prenderam dois indivíduos em flagrante por...

21/09/2019 13:14

Cidades

Sabesp assumirá em definitivo o tratamento de esgoto em Guarulhos nesta segunda

A Sabesp anunciou, nesta sexta-feira, 20/09, que assumirá de forma definitiva o serviço de esgotamento sanitário de Guarulhos,...

21/09/2019 12:56

Cidades

12ª Semana do Surdo de Guarulhos terá palestras e apresentações culturais

Com o objetivo de difundir e promover o conhecimento sobre questões ligadas à educação bilíngue para surdos...

21/09/2019 12:36